Publicidade
Opinião Opinião

Sofrimento é dor mais resistência

Por Flávio Fischer
Publicado em: 05.09.2020 às 10:00 Última atualização: 05.09.2020 às 10:01

Você já parou para pensar que algumas pessoas estão passando por essa crise melhor do que outras? Não estou me referindo às questões obvias como mais dinheiro e saúde. Refiro-me à disposição, capacidade de enfrentamento, organização das emoções, autoconfiança e soluções desruptivas. Nos últimos meses, vi pessoas com muito dinheiro se apavorando e dando uma dimensão maior para os problemas do que eles realmente tem, enquanto outras, com negócios fortemente afetados pela pandemia, se mantem focados; procurando motivos para querer manter o otimismo e a serenidade e, embora muito preocupados, continuam sorrindo.

No fundo, todos sabemos que tudo isso vai passar e que estamos num processo de mudança de era. Precisamos estar saudáveis e equilibrados durante esse “apocalipse” e confiantes de que migramos para um novo jeito de viver.

O desespero bloqueia a mente e nos impede de tomar decisões assertivas, de pensar em alternativas, de buscar saídas e de ver oportunidades de melhorias e crescimento. Pode parecer que não, mas toda a crise nos movimenta e movimento sempre é algo positivo – caso contrário não seria uma das leis do Universo.

A questão é que algumas pessoas resistem à mudança, temendo sofrer, mas ignoram que é exatamente resistência à dor inevitável que gera o sofrimento. Já a turma que parece não se abalar tanto, só tem um dispositivo diferente: é mais flexível, portanto, não sofre tanto. Murilo Gun dá um exemplo bem simples para processo de sofrimento: todo mundo já tomou uma injeção quando era criança e sabe que, se deixar o músculo duro, a injeção fica doendo por muito mais tempo. Agora, se deixar a musculatura solta, a injeção vai doer igual, mas a dor passa mais rápido. Pois então, todos nós estamos tomando injeções dolorosas para nosso processo de cura pessoal.

A diferença entre o que sofre mais e o que parece não sofrer é a flexibilidade, a entrega ao processo, a procura de aprendizado por um propósito de vida. Então, quando uma situação difícil se apresentar, saia do seu processo mental recheado de medos e resistência e fique consciente de que a situação está aí e precisa ser enfrentada. Não enrijeça. Lembre-se: essa situação vai passar e estamos indo para um mundo melhor, que começa a partir da sua percepção da realidade.


O artigo publicado neste espaço é opinião pessoal e de inteira responsabilidade de seu autor. Por razões de clareza ou espaço poderão ser publicados resumidamente. Artigos podem ser enviados para opiniao@gruposinos.com.br
Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.