Publicidade
Notícias | São Leopoldo Sem reservas

Santuário do Sagrado Coração de Jesus promove rifa para ajudar a pagar despesas

Complexo, onde fica o túmulo de Padre Reus, enfrenta dificuldades financeiras por conta da pandemia

Por Priscila Carvalho
Publicado em: 17.09.2020 às 08:00 Última atualização: 17.09.2020 às 10:09

Reitor do Santuário, padre Raimundo Resende mostra a ideia criada para arrecadar fundos Foto: Diego da Rosa/;GES/Diego da Rosa/GES

A pandemia do novo coronavírus trouxe dificuldade financeira para vários setores econômicos, que tiveram restrições de funcionamento a fim de frear a disseminação da Covid-19. A liberação de algumas atividades - seguindo medidas sanitárias - têm permitido a retomada gradual dos recursos. Mas, para se manter algumas áreas estão precisando de ajuda. É o caso do Santuário do Sagrado Coração de Jesus, complexo onde fica localizado o túmulo de Padre Reus, no bairro Padre Reus, em São Leopoldo.

Com quase seis meses sem realizar missas presenciais, uma das únicas fontes de renda do local acabou não sendo mais recolhida: as ofertas realizadas pelos devotos. Segundo o reitor do Santuário, padre Raimundo Resende, com a verba que entrava via ofertas o local conseguia manter todas as despesas e salários dos colaboradores. Outra fonte de renda do Santuário, o restaurante localizado no complexo não está abrindo e, por isso, o aluguel do local não está sendo cobrado. Sem essas ajudas, o Santuário foi se mantendo, nos últimos seis meses, exclusivamente com suas reservas.

Nesse período, algumas ações também foram tomadas. Para não precisar demitir nenhum dos oito funcionários, as férias deles foram antecipadas. Os três padres do local também abriram mão de receber suas remunerações. Mas, as reservas próprias do Santuário mesmo, infelizmente, se esgotaram.

Rifa

Por isso, a fim de manter as portas do Santuário - que é visitado por milhares de pessoas todos os anos - abertas, o padre Resende e a equipe administrativa do local criaram uma rifa. Com a intenção de ajudar a compor o sustento do complexo, que retomou as missas no último mês, a rifa ficará em andamento nos próximos meses, com sorteio sendo realizado no último domingo de janeiro, dia 31. "A minha preocupação é com a folha (de pagamento), porque não quero, de jeito nenhum, demitir ninguém", preocupa-se o reitor, citando que as ofertas estão retornando aos poucos. "As missas já voltaram, com toda prudência, e já está vindo um pouco mais de gente. E tendo missa, tendo gente, temos algumas ofertas", lembra o reitor, destacando que as celebrações estão respeitando as medidas determinadas, permitindo somente 30% de público presencialmente.

Como adquirir

A rifa terá cinco prêmios, todos em dinheiro, indo de R$ 500, no 5º prêmio, a R$ 2 mil, no 1º, somando R$ 5 mil, no total. O valor do bilhete para concorrer é R$ 5. Ele pode ser adquirido após as missas, na secretaria do Santuário, ou ainda pelas redes sociais. Nesse caso, o interessado pode depositar o valor (os dados são: Banco do Brasil, Agência: 0185-6, Conta corrente: 5.000-8, Santuário Sagrado Coração de Jesus - CNPJ: 92.959.006/0040-15) e enviar o comprovante por e-mail, WhatsApp ou Facebook, que o bilhete será preenchido no seu nome. O ganhador terá o prêmio depositado em sua conta bancária.

Missas presenciais estão acontecendo

Respeitando as medidas do decreto municipal, as missas no Santuário voltaram a acontecer ainda no fim de agosto, recebendo público de somente 30% da capacidade da igreja e usando máscara. Os horários das missas são: de segunda a sexta-feira, às 8h e 16h30; sábados, às 8h, 15h e 16h30; e aos domingos, às 8h, 9h30, 11h e 16h30. Todos os dias, as missas realizadas às 16h30 também são transmitidas ao vivo pela página do Santuário no Facebook (@padrereussantuáriooficial). O horário de visitação do complexo vai das 7h30 às 17 horas, todos os dias.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.