Publicidade
Acompanhe:
Notícias | São Leopoldo São Leopoldo

Polícia investiga morte de jovem de 14 anos na Santa Marta

Vítima seria morador da Chácara dos Leões e não possuía antecedentes criminais

Por Priscila Carvalho
Última atualização: 17.03.2020 às 09:34

Segundo a Polícia Civil, crime aconteceu na Rua 2 no sábado passado. Vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil investiga o homicídio de um adolescente de 14 anos, ocorrido na tarde do último sábado, na Santa Marta, bairro Arroio da Manteiga, em São Leopoldo. Conforme a Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DPHPP), o menor foi morto com um disparo de arma de fogo, que atravessou o braço direito e atingiu o seu tórax. De acordo com Boletim de Ocorrência, o crime aconteceu por volta das 15 horas, na Rua 2, próximo do número 78, e a vítima chegou a ser socorrida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Scharlau, mas não resistiu.

Horas depois, já na madrugada do domingo, a Brigada Militar prendeu um jovem de 19 anos por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Ele carregava um revólver calibre 38, 10 munições e mais três deflagradas, 800 gramas de maconha, 12 pinos de cocaína, uma balança de precisão e três celulares. Além de R$ 168,00.

A apreensão ocorreu no bairro Feitoria. Porém, a DPHPP investiga se o jovem preso teria alguma relação com a vítima do homicídio, pois o assassinato teria ocorrido em frente a casa do investigado. "Está sendo investigado se ele tem algum vínculo com o crime do homicídio. O vínculo pode ser tanto como autor, quanto como amigo da vítima", explica o chefe do setor de investigações da DPHPP, Odilei Betanin.

Visita

Segundo informações repassadas à Polícia Civil, o adolescente era morador da Chácara dos Leões, no Santos Dumont, e teria ido visitar a mãe, no Parque Mauá, onde iria pernoitar. Mas, antes disso, foi ver a avó na Santa Marta, onde ocorreu o crime. Ainda não se tem confirmação de como ele foi alvejado, mas, a princípio, um veículo teria passado pelo jovem e atirado contra ele. A vítima não possuía antecedentes criminais e deixa um filho bebê.

Informações podem ser passadas pelo Whats da PC

A PC lembra ainda que informações que possam auxiliar na elucidação dos fatos ou na identificação de suspeitos podem ser repassadas para a Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), pelo WhatsApp, através do número 98590-0522.

Em Sapucaia do Sul, a polícia também investiga um possível assassinato, depois do encontro de um cadáver, segundo a polícia em uma invasão no bairro Vargas. Na noite de ontem, informou que a vítima foi identificada, mas não repassou o nome. Segundo a Brigada Militar, a vítima tinha antecedentes criminais.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.