Publicidade
Notícias | Rio Grande do Sul INFRAESTRUTURA

Caravana Federativa chega ao Estado no dia 19 de outubro; saiba mais

Ministérios do governo federal estarão atendendo as demandas das prefeituras gaúchas durante dois dias

Publicado em: 04.10.2023 às 18:21 Última atualização: 08.10.2023 às 20:34

Com a proposta de aproximar a União de estados e municípios, a Caravana Federativa chega a Porto Alegre neste mês de outubro. O evento, previsto para os dias 19 e 20, consiste em levar para as capitais dos Estados todos os serviços oferecidos às prefeituras por 36 ministérios e bancos públicos do governo federal. No Rio Grande do Sul a ação é em parceria com a Federação das Associações de Municípios (Famurs), presidida pelo prefeito de Campo Bom, Luciano Orsi.


Edição da Caravana Federativa realizada em setembro no Rio de Janeiro | Jornal NH
Edição da Caravana Federativa realizada em setembro no Rio de Janeiro Foto: Divulgação

A medida pretende agilizar os repasses aos municípios atingidos pela passagem do ciclone extratropical, em setembro. A informação foi confirmada pelo diretor do Departamento de Difusão da Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República, Voltaire Santos, em entrevista ao programa NH10, da Rádio ABC 103.3 FM, comandado por Cláudio Brito. "A ideia é facilitar a vida dos gestores. Em vez de eles irem a Brasília, Brasília vai até eles", resumiu Santos na manhã desta quarta-feira (4).

O evento vai oferecer atendimento às demandas e pendências das administrações municipais, além de ampliar serviços da União nos Estados. A coordenação é do secretário Especial de Assuntos Federativos do Ministério das Relações Institucionais, André Ceciliano. Esta é a terceira edição da Caravana Federativa.


Publicidade
Conforme Santos, a agenda foi confirmada na terça-feira (3), durante reunião em Brasília entre o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, e o presidente Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), o prefeito de Campo Bom, Luciano Orsi (PDT).

"É a oportunidade de colocar todos os serviços do governo federal à disposição dos municípios, por isso é necessário que os gestões se preparem. Verba tem, mas precisa de programas e projetos para fazer o recurso chegar", afirmou.

Publicidade
Matérias relacionadas
Botão de Assistente virtual