Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Rio Grande do Sul SINDICÂNCIA

Diretor administrativo e financeiro da EGR é afastado por suspeita de irregularidades

André Arnt está suspenso por 60 dias por decisão do Conselho de Administração da Empresa Gaúcha de Rodovias

Publicado em: 24.12.2021 às 11:11 Última atualização: 24.12.2021 às 14:42

O Conselho de Administração da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) afastou por 60 dias o diretor administrativo e financeiro André Arnt. A suspensão do diretor da EGR é resultado de uma sindicância aberta em outubro, cujo resultado será encaminhado ao Ministério Público Estadual e ao Tribunal de Contas do Estado, e visa a auxiliar nas investigações desses órgãos de controle e também permitir ao investigado sua ampla defesa. A medida foi publicada no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (24).

Entre as irregularidades apontadas, está o descumprimento de determinações de autoridade superior, procrastinação em cumprir ordens judiciais para pagamento de valores retidos que trazem risco iminente, além de paralisação dos serviços realizados por parte de empresas contratadas.

A sindicância apurou o uso indevido sem prévia autorização de veículo da EGR para fins particulares, constando dezenas de viagens para Lajeado e Viamão em dois anos, sem motivo profissional identificado. Além disso, também foram apurados indícios de assédio moral, não encaminhamento de sindicâncias internas, não cumprimento da lei tributária e de determinações judiciais, descontrole financeiro e má gestão.

A reportagem entrou em contato com André e até a publicação desta matéria não teve resposta.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.