Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Rio Grande do Sul CONFIRA A LISTA

Setenta e sete ganhadores do Nota Fiscal Gaúcha ainda não resgataram o prêmio

Da região, lista tem sorteados de Novo Hamburgo, Campo Bom, Parobé e São Leopoldo

Publicado em: 16.09.2021 às 14:02 Última atualização: 16.09.2021 às 14:06

Ainda há 77 consumidores contemplados no sorteio mensal nº 105 do programa Nota Fiscal Gaúcha (NFG), referente ao mês de junho (realizado no dia 24), que não solicitaram o resgate de seus prêmios. Esses consumidores acumulam R$ 47,5 mil em prêmios em dinheiro que podem ser resgatados até o dia 26 de setembro (o prazo de solicitação começou em 29 de junho).

Da região, lista tem sorteados de Canoas, Campo Bom, Cachoeirinha, Gravataí, Novo Hamburgo, Parobé e São Leopoldo e Sapucaia do Sul.

Prazo é de 90 dias para solicitar o resgate após a homologação do sorteio
Prazo é de 90 dias para solicitar o resgate após a homologação do sorteio Foto: Sefaz/Divulgação

Pelo regulamento, o prazo é de 90 dias para solicitar o resgate após a homologação do sorteio. Os contemplados são comunicados diretamente no site do NFG, por e-mail (são feitos até sete envios dentro dos 90 dias) e por SMS (até dois disparos, 45 e 15 dias antes da expiração).

Por tanto, é importante que os cadastrados no programa NFG mantenham suas informações pessoais atualizadas. É possível solicitar o resgate do prêmio acessando o cadastro no site do NFG por meio de um computador ou notebook (o site não está adaptado para acesso em tablets e smartphones) ou por meio do aplicativo NFG, disponível gratuitamente na Google Play e Apple Store.

Confira a lista dos contemplados no sorteio de junho que ainda não solicitaram o resgate do prêmio

 

Nota Fiscal Gaúcha

O Nota Fiscal Gaúcha (NFG) é um programa que incentiva os consumidores a pedir a nota fiscal e, para a participação nos sorteios, a solicitar a inclusão do CPF no momento da emissão do documento fiscal, bem como conscientizá-los sobre a importância social do tributo.

Por meio do programa, os participantes concorrem a prêmios em dinheiro, as entidades sociais (que atuam nas áreas da saúde, educação, assistência social e proteção animal) por eles indicadas são beneficiadas por repasses e as empresas reforçam sua responsabilidade social com o Estado e a sociedade gaúcha. Atualmente o NFG conta com 2 milhões de inscritos, cerca de 300 mil estabelecimentos cadastrados e mais de 3,5 mil entidades indicadas.

Além da premiação mensal, há outras modalidades de sorteio na qual o consumidor concorre a prêmios em dinheiro instantaneamente. Um deles é o Receita da Sorte, que distribui prêmios de R$ 500 diariamente. É um prêmio instantâneo que possibilita que o consumidor solicite a nota fiscal com CPF na hora da compra e faça a leitura do QR-Code da NFC-e (Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica) por meio do aplicativo do NFG e fica sabendo na hora se foi contemplado ou não. A mesma nota com CPF tem validade para o sorteio mensal.

O NFG também lançou uma nova premiação que é o Receita Certa. A iniciativa prevê a distribuição trimestral de prêmios em dinheiro a todos os cidadãos atuantes no Nota Fiscal Gaúcha – independentemente de sorteio –, desde que se verifique um incremento real de arrecadação de ICMS no comércio varejista. É como se o participante do NFG, ao incluir o CPF em suas compras, adquirisse ações que darão direito a participação em eventuais resultados positivos da organização.

Outra vantagem de participar do programa NFG são os descontos no IPVA. Os motoristas podem garantir o desconto máximo, que pode chegar a 5%, no imposto juntando 150 documentos fiscais ou mais em seu CPF. Para garantir os descontos no IPVA 2022, os consumidores devem acumular notas necessárias até o de outubro. Para se cadastrar, basta acessar o site do NFG ou diretamente no aplicativo no tablet ou smartphone.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.