Publicidade
Notícias | Rio Grande do Sul Em visita ao Estado

Ministro Queiroga confirma repasse de R$ 2 bilhões a hospitais e santas casas

Texto da medida provisória segue a linha de projeto de lei apresentado pelo senador Luis Carlos Heinze (PP)

Publicado em: 02.07.2021 às 22:49

As 237 santas casas e hospitais filantrópicos gaúchos deverão receber, nos próximos dias, recursos para aquisição de insumos, medicamentos e custeio da folha de pagamento.

A informação foi confirmada pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, durante visita ao Estado nesta sexta-feira (2). Os valores serão liberados após assinatura da medida provisória (MP) que prevê o repasse de R$ 2 bilhões para instituições de saúde de todo o Brasil.

O texto da MP segue a linha do projeto de lei 1.417/21, apresentado pelo senador Luis Carlos Heinze (PP/RS). O projeto contempla o repasse de recursos extraordinários em socorro às instituições de saúde. A iniciativa também atende aos deputados federais progressistas Pedro Westphalen, Jerônimo Goergen e Afonso Hamm.

“A equipe técnica do Ministério da Saúde está finalizando a redação da MP. Ela deve ser assinada pelo presidente Jair Bolsonaro na próxima semana, durante visita ao Rio Grande do Sul”, antecipa Heinze.

Ministro Queiroga, da Saúde, visitou hospitais de Porto Alegre nesta sexta-feira (2) Foto: Divulgação

O ministro Marcelo Queiroga passou o dia na Capital. Acompanhado pelo senador Heinze e pelo deputado Westphalen, ele visitou a Santa Casa de Porto Alegre e os hospitais Moinhos de Vento e Conceição.

“Há muito tempo, temos lutado por essa demanda. Neste momento, nossas casas de saúde precisam de estrutura qualificada para atender quem precisa de ajuda”, afirmou Westphalen.

Após assinatura da MP, a carência para os empréstimos tomados pelos hospitais na Caixa Econômica Federal também passará de seis para nove meses. A taxa de juros terá redução de 42%. A MP beneficiará mais de 1,8 mil santas casas e hospitais filantrópicos de todo o Brasil.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.