Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região SAÚDE PÚBLICA

Morro Reuter tem 18% dos estudantes da rede municipal com obesidade

Programa Crescer Saudável leva oficinas de culinária às escolas e busca prevenir a doença

Por Susi Mello
Publicado em: 19.11.2021 às 05:06 Última atualização: 19.11.2021 às 14:14

Escolas municipais de Morro Reuter estão recebendo oficinas culinárias com a proposta de chamar atenção para um tema de saúde pública: a obesidade. Uma recente pesquisa feita com 476 dos 569 alunos da rede municipal apontou que 51% dos estudantes estão com peso acima do ideal. Desse resultado, 18% já estavam obesos. Por conta desse cenário, o Programa Crescer Saudável tem realizado diversas ações para promover mais qualidade na saúde, prevenção à obesidade e cuidados com a alimentação.

Aula de culinária escola E.M. de Ensino Fundamental Professor Edvino Bervian.
Aula de culinária escola E.M. de Ensino Fundamental Professor Edvino Bervian. Foto: Inezio Machado/GES

Durante a pandemia, período em que as crianças ficaram em casa, tornou-se mais frequente o consumo de alimentos ultraprocessados, com muito sal, açúcar, gorduras, realçadores de sabor e texturizantes. E isso é um alerta para as famílias, principais responsáveis pela saúde da criançada.

Três turmas, do 3º ao 5º ano da Escola Professor Edvino Bervian já receberam a oficina, que também será desenvolvida em outras instituições. Em uma das capacitações, alunos do 3º ano, da professora Magna Metz, aprenderam a fazer o recheio de vegetais para sanduíche e bolinho de batata doce sem açúcar. "Estou gostando muito", disse a aluna Yasmin Werlanz, de 9 anos.

"Estamos ensinando eles a prepararem o alimento para evitarem os industrializados e ultraprocessados. Se eles aprenderem a cozinhar, terão opções mais saudáveis", explica a nutricionista da Secretaria de Educação, Bianca Somensi Zeni. A atividade feita com a turma foi acompanhada pela nutricionista da Secretaria Municipal da Saúde, Regina Schneider, e pela coordenadora da escola, Inês Gazolla.

As oficinas fazem parte do Programa Crescer Saudável que é formado por um conjunto de ações que integram o Programa Saúde na Escola (PSE). A intenção é contribuir para a prevenção e cuidado das crianças com obesidade matriculadas na Educação Infantil (creches e pré-escolas) e Ensino Fundamental I. Além da oficina de culinária, os estudantes passaram por avaliações de peso e altura.

Dados gerais da pesquisa

Dos 476 avaliados pela equipe do Programa Crescer Saudável, 47,5% estão com eutrofia (nutrição de boa qualidade), dos 51% que estão acima do peso 20,6% tem sobrepeso, 18,1% são obesidade, 6,3% tem obesidade grave e 6,1% com risco de sobrepeso. Já 0,6% estão com magreza acentuada e 0,8% com magreza.

Vilões da saúde

A nutricionista da Secretaria de Educação, Bianca Somensi Zeni, recomenda usar ingredientes para preparar os alimentos em casa, evitando abrir um pacote de bolachinha, de salgadinho. "O que seria bom, todos os dias, é que comessem arroz, feijão, carnes, frutas, vegetais e melhorassem o consumo de água. Já o que poderia ser retirado e que não faz bem é o refrigerante, onde o consumo está grande, doces em excesso, bolachinhas, salgadinhos, que não trazem benefícios para a saúde", aponta.

Nutrientes essenciais

Receita

Bolo do batata doce sem açúcar

Ingredientes:

Preparo: misturar os ingredientes, formar as bolinhas e colocar para assar.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.