Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região GARGALOS DA BR-116

Dnit confirma final das obras da ponte do Rio dos Sinos e foco no viaduto da Scharlau

Obras estão na agenda da autarquia, além do projeto da 448

Por Alecs Dall'Olmo
Publicado em: 14.10.2021 às 16:50 Última atualização: 14.10.2021 às 16:52

 “Vamos terminar a duplicação da ponte (novas pontes sobre o Rio dos Sinos, na BR-116, em São Leopoldo), entre março e abril. Em seguida, vamos para o viaduto da Scharlau. Vamos trabalhar todo o complexo da ponte ao viaduto. Esse trecho é o nosso maior gargalo de engarrafamentos. E agora estamos efetivamente atacando esse ponto”, destacou Hiratan Pinheiro da Silva, superintendente Regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) no Rio Grande do Sul.

Ele participou, nesta quinta-feira (14), de uma reunião para tratar justamente sobre o viaduto da Scharlau e também sobre a extensão da BR-448 até Portão, além do andamento das obras da ponte sobre o Rio dos Sinos, em São Leopoldo.

Apoio importante

No encontro, Hiratan recebeu, na sede do Dnit/RS, na capital, uma comitiva com a participação do deputado estadual Luciano Zucco (deputado Tenente-coronel Zucco); delegado Rodrigo Zucco, com atuação na região; Luciano Orsi, prefeito de Campo Bom e presidente da Associação dos Municípios do Vale do Rio dos Sinos (Amvars); prefeito de Portão, Kiko Hoff; Dary Pissetti, presidente da Câmara da Indústria, Comércio e Serviços (Cics) de Portão. A reunião também contou com a presença de empresários, como Elacio Hugendobler, de Novo Hamburgo, além de assessores de entidades e da área política.

Segundo o tenente-coronel Zucco, a ideia é reforçar a importância do complexo de fluxo na BR-116, envolvendo a ponte e o viaduto da Scharlau, enfatizando a necessidade do avanço das melhorias na região, que é considerada estratégica. Ele também destaca o apoio das entidades e demais autoridades nas obras na 116 e também, especialmente, para a extensão da 448. “Estamos avançando em um primeiro passo, que é a ponte. Já está na previsão o viaduto. Agora, vamos trabalhar para a extensão da 448”, salienta, o deputado, explicando que a ideia é promover uma grande mobilização para a continuidade da Rodovia do Parque.

Extensão

“Sobre a 448, nós aprovamos o estudo de viabilidade, envolvendo 18 quilômetros até Portão. A rodovia chegaria na área próxima da antiga Casa das Cucas. Com o estudo de viabilidade técnica, agora é a parte do projeto. E já pedimos a autorização para licitar o projeto”, explica Hiratan.

De acordo com o apresentado na reunião, o custo do projeto deve ser de no mínimo 10 milhões. Nesse ponto os representantes no encontro destacaram a necessidade de mobilização por emendas parlamentares. Hiratan enfatiza que esse projeto tem um prazo de execução de mais de um ano. São feitas sondagens, discussões, avaliações nas quatro estações para estudos ambientais. "É um projeto de infraestrutura de longa duração", completa ele.

Benefícios

Para o prefeito de Campo Bom e presidente da Amvars, Luciano Orsi, a extensão da BR-448 trará benefícios à região. “O novo trecho surgirá como uma opção à BR-116, diminuindo assim os constantes engarrafamentos na rodovia, que tanto prejudicam não só os campo-bonenses, mas todos aqueles que precisam utilizá-la”, afirma. Ele destaca, ainda, que o fluxo de veículos no novo trecho possibilitará a chegada de investimentos e empreendimentos aos municípios da região.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.