Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região CACHOEIRINHA

Procurador da justiça afirma que Miki Breier teve participação ativa em caso de corrupção

Prefeito, que foi afastado do cargo, nega estar envolvido em esquema de corrupção e afirmou ser vítima de falsas denúncias

Publicado em: 30.09.2021 às 19:55 Última atualização: 30.09.2021 às 19:55

O procurador-geral de Justiça do Rio Grande do Sul, Marcelo Dornelles, afirmou em vídeo divulgado pelo Ministério Público que o prefeito afastado de Cachoeirinha, Miki Breier (PSB), sabia que estava sendo investigado e que chamou a atenção do Ministério Público por ter seguido com os atos ilícitos.

Prefeito Miki Breier foi afastado do cargo por 180 dias após pedido do MP
Prefeito Miki Breier foi afastado do cargo por 180 dias após pedido do MP Foto: Diléa Fronza/GES-Especial
Dornelles disse que a denúncia criminal contra Miki e os demais investigados está nas mãos do Tribunal de Justiça. “Agora buscamos o processo regular com a intenção da condenação.” A ‘Operação Ousadia’ foi deflagrada após meses de investigação, segundo Marcelo. “Hoje chegamos ao limite, mesmo após a ‘Operação Proximidade’ as irregularidades seguiram acontecendo'', afirmou. As primeiras denúncias feitas em 24 de agosto correm em segredo de justiça.

O procurador-geral confirma que há provas contra o chefe do poder executivo.”Temos vídeos do prefeito. “As provas levam diretamente à participação dele, foi feita de forma direta, inclusive recebendo valores pessoalmente”, concluiu.

Em nota divulgada nas redes sociais, Miki Breier rebate as acusações e nega qualquer participação em esquemas. “Não tenho medo de nenhuma investigação porque jamais cometi qualquer tipo de irregularidade.” Ele ainda afirma estar sendo vítima de uma perseguição política. “Mais uma vez fui alvo de denúncias falsas na tentativa de desestabilizar o governo.” E concluiu dizendo ser o maior interessado na conclusão das investigações.

A reportagem do Diário de Cachoeirinha conversou à tarde com o prefeito em exercício Maurício Medeiros (MDB), ele disse não ter conversado com Miki, algo que deve ocorrer nas próximas horas. “Fomos companheiros em duas eleições, fui pego de surpresa hoje pela manhã”, afirmou Medeiros.

 

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.