Publicidade
Notícias | Região São Leopoldo

BR-116 terá interdição a partir de amanhã para içamento de vigas da ponte sobre o Sinos

Operação está prevista para ocorrer em três etapas, das 22 horas de sexta-feira até as 22 horas de domingo

Publicado em: 29.07.2021 às 12:40 Última atualização: 29.07.2021 às 12:40

Entre sexta-feira (30) e domingo (1º) deverá ocorrer a interdição total e parcial da pista da BR-116, sentido Capital-interior, em São Leopoldo, onde acontece a obra de duplicação da ponte sobre o Rio dos Sinos. De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) no local está previsto o içamento das 20 vigas da ponte. A operação de lançamento das peças pré-moldadas está programada para acontecer em três etapas, a partir de 22 horas desta sexta-feira até às 22 horas de domingo. Em caso de chuva ou vento forte, a atividade será cancelada.

Obra já chegou aos 47% de conclusão, segundo o Dnit Foto: Diego da Rosa/GES

Os motoristas devem ficar atentos à sinalização noturna, orientando sobre o bloqueio e o desvio, pois a primeira etapa tem início às 22 horas de sexta-feira e segue até às 6 horas da manhã de sábado (31). Durante este período, a pista sentido Capital-interior, entre o quilômetro 246,9 e quilômetro 245,3 da rodovia, ficará totalmente interrompida, com desvio parcial de trânsito orientado por ruas internas de São Leopoldo. O guindaste ficará sobre a pista para a instalação das primeiras quatro vigas, que têm 20 metros de comprimento e pesam 25 toneladas.

No sábado, das 21 horas até às 7 horas de domingo, acontece a segunda etapa da operação. Novamente a pista sentido Capital-interior ficará totalmente bloqueada para a colocação de oito vigas, com as mesmas dimensões das primeiras.

Já a terceira etapa ocorrerá durante o domingo, das 7 às 22 horas, com interrupções parciais e sistema de “Pare e Siga” na rodovia. Os bloqueios terão duração de aproximadamente 10 minutos. Neste caso, o guindaste não estará sobre a BR-116 e, por isso, será possível manter o fluxo de veículos. Somente quando as oito vigas forem içadas, o trânsito será paralisado, garantindo a segurança dos usuários da rodovia. Para esta operação, será necessário também bloquear a rua da Prainha, das 7 às 14 horas.

 

 

Desvios

Para evitar transtornos aos motoristas em função dos bloqueios totais durante a noite, o DNIT elaborou - em conjunto com a Prefeitura de São Leopoldo, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Consórcio BR-116 Norte - uma ação coordenada para o desvio do tráfego por dentro da cidade. Motoristas que se deslocam no sentido Capital-interior, ao chegar no quilômetro 246,9 da rodovia, deverão acessar a via lateral, a avenida Getúlio Vargas, e, na sequência, se dirigir à rua Dom João Becker.

Os motoristas deverão seguir pela Dom João Becker e virar à esquerda na rua São Joaquim, seguindo em frente pela Doutor Hildebrand e converter à esquerda na rua Ferraz de Abreu. Depois, devem ingressar à esquerda na avenida Caxias do Sul até a saída para a BR-116.

Mapa de desvio Foto: Reprodução

Para aqueles que vêm de Porto Alegre e desejam acessar a rodoviária de São Leopoldo, que fica ao lado das obras da ponte sobre o Rio dos Sinos, a opção é ingressar na rua Dom João Becker, converter à esquerda e acessar a rodoviária na rotatória. Para quem vem do sentido oposto, será preciso acessar o viaduto da rua Luís Carlos Prestes, ingressar na Dom João Becker e converter à esquerda, acessando a rodoviária na rotatória.

Já para sair da rodoviária em sentido ao interior, é preciso converter à esquerda na rotatória, ingressando na rua Dom João Becker, virar à esquerda na rua São Joaquim, seguir pela rua Doutor Hildebrand, converter à esquerda na rua Ferraz de Abreu, converter à direita na rua Caxias do sul e ingressar à esquerda na BR-116.

Para seguir da rodoviária no sentido para Capital, será preciso ingressar na rua Dom João Becker, acessando o viaduto da Rua Luís Carlos Prestes, ingressando na BR-116.

 

Andamento das obras

As obras de construção do sistema de ponte sobre o Rio dos Sinos, no quilômetro 245 da BR-116 em São Leopoldo, iniciaram em março deste ano. Ao todo serão erguidas quatro pontes, sendo duas sobre o canal principal e duas sobre a várzea do rio.

A expectativa do Dnit é concluir as travessias sobre o canal principal no primeiro semestre de 2022. Atualmente, a estrutura do sentido Capital-interior está 47% concluída. Após o lançamento das vigas, durante este final de semana, serão instaladas as pré-lajes e concretadas as transversinas e, a seguir, a laje superior de rodagem. A travessia do sentido oposto está com os oito blocos de fundação executados e, em seguida, será iniciada a construção dos pilares.

Ao todo, serão construídas quatro novas pontes, paralelas às existentes, duplicando o número de faixas de trânsito de duas para quatro por pista na BR-116, no complexo dos Sinos. Serão duas pontes sobre o canal principal e outras duas na várzea do rio dos Sinos. Este ponto é considerado um dos principais gargalos no tráfego do trecho metropolitano da rodovia – onde cerca de 140 mil veículos transitam diariamente.

As pontes sobre o canal principal terão 100 metros de comprimento e 11,3 metros de largura, com duas novas faixas de tráfego, passeio e ciclovia. Com cinco vãos de 20 metros, cada uma será composta por seis blocos de fundação. Cada bloco será suportado por oito estacas do tipo raiz, com 40 centímetros de diâmetro e comprimentos variáveis de oito a 13 metros. De acordo com o projeto, as estacas ficarão de dois a três metros cravadas em rocha, no subleito do rio.

Solução similar será adotada para as duas pontes da várzea do rio dos Sinos. Elas serão construídas ao lado das duas existentes, possibilitando a reconfiguração atual de duas faixas de tráfego, por sentido, para quatro faixas. Neste caso, as novas estruturas terão 60 metros de extensão e 11,3 metros de largura, com duas novas faixas de tráfego, passeio e ciclovia.

Este complexo de travessias integra o lote 1 das obras de melhoramentos físicos e de segurança de tráfego da rodovia, no qual está prevista uma reformulação significativa em um segmento de 38,5 quilômetros, entre Novo Hamburgo e Porto Alegre.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.