Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região Reforço

Pelo menos seis cidades da região receberão novos policiais militares

Novo Hamburgo, São Leopoldo, Tramandaí, Canoas, Sapucaia do Sul e Esteio estão entre os municípios com prioridade, segundo o governo do RS

Por Débora Ertel
Publicado em: 23.12.2020 às 12:15

Reforço no efetivo de 860 novos soldados na tropa conta com 685 homens e 175 mulheres Foto: Brigada Militar | Divulgação
Pelo menos seis cidades da região deverão receber soldados da turma de 860 que se formou nesta segunda-feira (21). Novo Hamburgo, São Leopoldo, Tramandaí, Canoas, Sapucaia do Sul e Esteio integram o Programa RS Seguro, elencado pelo governo do Estado como prioridade para lotação dos novos policiais militares.

O RS Seguro atua nos 23 municípios gaúchos com maiores índices de criminalidade e a quantidade de brigadianos que será lotado em cada cidade não foi divulgado. O anúncio ocorreu nesta quarta-feira em uma live pelo governador Eduardo Leite, o vice-governador e secretário de Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, e o comandante-geral da Brigada Militar Rodrigo Mohr Picon.

Novos soldados serão lotados de acordo com estudo estratégico da Brigada Militar Foto: Reprodução
Além disso, parte do novo efetivo vai para o 6º Batalhão de Polícia de Choque, que será instalado em Uruguaiana para atender a região da fronteira. Com a nova unidade especializada criada, qualquer cidade gaúcha terá atendimento da tropa de choque no prazo máximo de uma hora e meia. Os outros BP Choques ficam em Porto Alegre, Santa Maria, Caxias do Sul, Pelotas e Passo Fundo.

Ainda serão destinados policiais da nova turma para reforço do efetivo de municípios que estejam com menos de cinco brigadianos, seja por motivo de transferência ou aposentadoria, reforço do efetivo do Comando Rodoviário e do Comando Ambiental. Também haverá reforços para outras cidades que foram selecionadas por questões estratégicas.

Conforme Ranolfo, se a turma de novos policiais, de 860, fosse dividida pela quantidade de municípios gaúchos, 497, cada cidade receberia 1,6 brigadiano. “Mas nós atuamos com estratégia para alcançar os melhores resultados”, ressaltou. Ainda de acordo com ele, o assalto a banco que ocorreu em Criciúma (SC) recentemente, onde o batalhão especializado demorou mais de duas horas para chegar a cidade e ofertar reforço, foi um dos motivos para a criação do 6º BP de Choque.

Chamamento garantido em 2021

Segundo o governador, por conta do projeto do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) aprovado nesta semana na Assembleia Legislativa, o Piratini vai manter o calendário de novos chamamentos para a BM. Assim, uma nova turma será chamada em março e outra em novembro. “Como isso, vamos chegar a um investimento de R$ 500 milhões em segurança”, disse. Durante a entrevista, o governo não falou sobre o concurso da Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe).

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.