Publicidade
Notícias | Região Na finaleira

Final da primavera terá temperaturas próximas de 40 graus e risco de temporais

É o que deve ocorrer neste final de semana na região. No domingo, pode ter máxima de 39 graus e chuva forte. Próximos dias também devem ser semelhantes. Estiagem tende a seguir forte até março

Por Ermilo Drews
Publicado em: 11.12.2020 às 18:00 Última atualização: 11.12.2020 às 19:51

Sol só vai perder espaço daqui para frente em eventuais eventos de temporal Foto: Inézio Machado/GES
Com a proximidade do verão, que começa no dia 21 de dezembro, o final da primavera terá temperaturas próximas de 40 graus na região e possibilidade de temporais. É o que deve ocorrer, por exemplo, neste final de semana. De acordo com a meteorologista Estael Sias, da MetSul Meteorologia, este final de semana será de muito calor no Vale do Sinos e região metropolitana. “Há modelos (meteorológicos) colocando ainda vento norte persistente no sábado e no domingo, e é o que está transportando este ar mais quente e elevando a temperatura para níveis escaldantes”, justifica.

No sábado, a temperatura pode variar de 22 a 37 graus na região e não se descarta evento isolado de chuva da tarde para noite em algumas localidades. No domingo, a temperatura deverá subir ainda mais, chegando a 39 graus. Tanto calor poderá acabar em temporal. “O alerta mais preocupante é para domingo, quando pancadas de chuva e temporal podem afetar de forma mais generalizada a região da Grande Porto Alegre e Vale do Sinos. Sábado existe condição de chuva, mas de forma muito isolada, com alguns temporais”, explica Estael.

No decorrer dos demais dias até o final da estação, a primavera deverá ser típica. “Últimos dias serão de grande variação térmica. Segunda-feira refresca um pouco, mas logo esquenta. As temperaturas começam amenas, mas, no geral, o calor da tarde vai se firmando, com máximas de 38, 39 graus, e há chance de temporais, inclusive na semana que vem.”

Em relação ao verão, o fenômeno La Niña seguirá agindo no Estado, mantendo a irregularidade de chuva no Rio Grande do Sul e estendendo a estiagem até o final da estação. “Tendência de secar mais entre fevereiro e março.” Até o fim do dia da última quinta-feira, 106 cidades gaúchas já haviam decretado situação de emergência por causa da estiagem no Estado. Neste ano, os decretos começaram em outubro, enquanto que no último evento de estiagem, eles tiveram início em dezembro do ano passado. Daquela vez, mais de 400 municípios decretaram situação de emergência ao longo da ação do fenômeno climático.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.