Publicidade
Acompanhe:
Notícias | Região A hora de fazer justiça

Julgamento do casal que matou fotógrafo acontece na semana que vem em Canoas

Paula Caroline Ferreira Rodrigues e Juliano Biron da Silva serão julgados por homicídio qualificado de José Gustavo Bertuol Gargioni. A acusação aponta que eles fizeram tiro ao alvo com o corpo da vítima

Última atualização: 11.12.2019 às 09:02

José Gustavo Bertuol Gargioni foi vítima de um crime brutal Foto: ARQUIVO PESSOAL/DIVULGAÇÃO
A 1ª Vara Criminal de Canoas será palco, na semana que vem, para um dos julgamentos mais esperados dos últimos anos em Canoas. Vai enfim a júri o casal acusado de matar o fotógrafo José Gustavo Bertuol Gargioni. O jovem de 22 anos foi morto em 2015. Paula Caroline Ferreira Rodrigues e Juliano Biron da Silva serão julgados por homicídio qualificado.

O inquérito fechado pela Polícia Civil terminou apontando que os dois teriam feito o corpo da vítima de tiro ao alvo. Ao todo, foram disparados 19 tiros contra o fotógrafo. O crime teria sido motivado por ciúmes. O acusado não aceitava a relação mantida entre a namorada e o fotógrafo. Os dois foram capturados em Santa Catarina no início de 2016. Paula responde em liberdade e Silva continua encarcerado.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.