Publicidade
Acompanhe:
Notícias | Região Clássico sertanejo

Chitãozinho e Xororó falam sobre turnê que passará pelo Vale do Sinos

Prestes a comemorar 50 anos de carreira, dupla que abriu espaço para o sertanejo nas rádios celebra três décadas do hit Evidências no Teatro Feevale

Por Felipe Nabinger
Última atualização: 11.10.2019 às 11:35

A famosa dupla sertaneja será atração do Teatro Feevale no dia 18 de outubro Foto: Live Talentos / Divulgação
Chega de mentiras, de negar o meu desejo. Não há quem não saiba pelo menos o refrão de "Evidências". A música, composta por Paulo Sérgio Valle e José Augusto foi imortalizada há 30 anos na voz de Chitãozinho & Xororó. "É uma música muito importante pra gente. Foi uma grande consolidação para nós. Ela alcançou grandes proporções e se tornou uma referência", afirmaram os músicos em entrevista por e-mail, ressaltando que para muitos é a música da dupla ao lado de "Fio de Cabelo".

Embora sucesso entre todas as "tribos", a música não caiu no gosto nem mesmo da gravadora, que não apostava muito na faixa. "Recebemos uma fita cassete com dez composições. Estávamos indo de Campinas para São Paulo e colocamos no carro. Quando ouvimos 'Evidências' ficamos emocionados na hora e não entendemos como ninguém ainda tinha gravado", explicam. Apesar das críticas iniciais, para a dupla a aposta foi certeira. "Foi amor à primeira ouvida", completam.

Com quase cinco décadas de carreira, os irmãos seguem na estrada com quatro shows diferentes e ainda projetam novidades. "Ano que vem completamos 50 anos de carreira. Estamos preparando muitas surpresas e coisa boas, quando for a hora, prometemos que iremos contar tudo", dizem mantendo o mistério.

Show na Feevale

No próximo dia 18, às 21 horas, eles estarão no Teatro Feevale, em Novo Hamburgo, com a turnê "Evidências". Além da música que dá o nome do show, "Fio de Cabelo", "No Rancho Fundo" e "Nuvem de Lágrimas" estarão no repertório. Os ingressos, que vão de R$ 140 a R$ 800, estão há venda em Uhuu.com e na bilheteria do teatro.

Paranaenses já venderam 37 milhões de discos

José Lima Sobrinho e Durval de Lima, ou Chitãozinho & Xororó, tinham apenas 16 e 13 anos, respectivamente, quando lançaram o álbum de estreia. Em 1970, a "dupla mais jovem do Brasil", como eram chamados, dava o pontapé inicial em uma carreira prestes a completar 50 anos. De lá para cá, são 32 álbuns e 37 milhões de discos vendidos. Os irmãos de Astorga-PR foram os primeiros sertanejos a tocar em rádios FM no Brasil, abrindo espaço para o gênero.

 

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.