Publicidade
Acompanhe:
Notícias | Mundo Tragédia

Incêndio em fábrica deixa mais de 40 mortos em Nova Délhi, na Índia

Polícia local acredita que o número de vítimas pode aumentar; causas ainda são desconhecidas

Por AFP
Publicada: 08.12.2019 às 11:21

NOVA DELHI, ÍNDIA Foto: SAJJAD HUSSAIN / AFP

Pelo menos 43 pessoas morreram neste domingo (8), em um incêndio que atingiu uma fábrica em Nova Delhi, capital da Índia. A informação foi passada pela polícia local que ressaltou que o balanço de vítimas pode ser ainda maior.

O incêndio aconteceu em um bairro antigo da capital, relataram os agentes, acrescentando que 16 pessoas estão internadas. As vítimas são "operários que dormiam no prédio de quatro, ou, cinco andares", disse à AFP o chefe adjunto dos Bombeiros de Nova Délhi, Sunil Choudhary.

Os socorristas resgataram 58 pessoas até o momento, segundo um outro membro da corporação. As chamas foram sufocadas, mas as operações de busca continuam.

De acordo com os bombeiros, as condições de acesso à zona do acidente, um mercado com pouca iluminação em meio a ruas muitos estreitas, foram muito complicadas.

As emissoras de televisão locais divulgaram imagens dos bombeiros transportando moradores e feridos pelas ruelas, até conseguirem chegar ao ponto onde viaturas e ambulâncias esperavam para prestar atendimento às vítimas. Arrasado pelas chamas, o prédio estava cheio de mochilas escolares e de material de embalagem, relataram as equipes de resgate. Até o momento, não foi informada a causa do incêndio.

O chefe do Executivo local, Arvind Kejriwal, classificou o episódio de "trágica notícia". A maioria das pessoas que morreram estava dormindo, quando começou o incêndio. Em várias cidades indianas, fábricas e oficinas se situam em bairros antigos e carentes, onde os aluguéis têm preços mais acessíveis. À noite, os trabalhadores mais pobres dormem no local de trabalho. Como muitos são de outras regiões do país, ou estrangeiros, isso lhes permite poupar dinheiro.

 

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.