Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Gramado MEIO AMBIENTE

Papagaio ameaçado de extinção é entregue de forma voluntária em Gramado

A ave não apresentava maus-tratos, mas estava sendo mantida de forma inadequada

Publicado em: 02.10.2021 às 12:51

Um papagaio foi entregue de forma espontânea por um morador de Gramado aos fiscais da Secretaria de Meio Ambiente, nesta quinta-feira (30). A ave, da espécie Charão, não apresentava maus tratos, mas estava sendo mantido de forma inadequada, pois, os animais considerados silvestres não podem ser criados em cativeiro.

Papagaio da espécie Charão foi entregue voluntariamente
Papagaio da espécie Charão foi entregue voluntariamente Foto: PMG/Divulgação

Segundo o biólogo da Secretaria de Meio Ambiente, Thiago Henkes, a espécie está ameaçada de extinção na categoria Vulnerável com ocorrências em Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O papagaio-charão é considerado ave símbolo de Gramado conforme artigo 4º da Lei Orgânica.

“O papagaio-charão é um dos menores papagaios brasileiros, apresentando aproximadamente 32 centímetros de comprimento, possuindo a plumagem verde em sua maioria, além da coloração vermelha na testa, ao redor dos olhos e encontro das asas são características da ave. É a única espécie de papagaio que apresenta diferença entre os sexos (dimorfismo sexual)”, explicou Thiago.

Após a entrega, o animal passará por uma avaliação de suas condições físicas e comportamentais, para, após este processo, ser definido o seu destino pela Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (SEMA/RS). “Caso você crie um animal silvestre nativo é possível realizar a entrega voluntária nos órgãos ambientais. Este processo de entrega isenta a pessoa de ação penal, caso o animal não seja legalizado”, disse o biólogo.

Quem estiver criando um animal silvestre em residência sem a devida autorização, a orientação é entregar o bichinho voluntariamente aos técnicos do Meio Ambiente, no Centro Administrativo da Prefeitura de Gramado, que fica na Avenida das Hortênsias, nº 2029, Centro. Caso deseje que uma equipe vá até a residência resgatar o animal, ligue para o Fala Cidadão (54) 3286-2500.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.