Publicidade
Notícias | Especial Coronavírus Morte na UPA Boqueirão

Prefeitura diz que homem que morreu em UPA foi atendido em UTI

Ao contrário do que relatou família da vítima, Prefeitura de Canoas divulgou nota neste domingo afirmando que Alexandre Mendes Siqueira teve atendimento em UTI na última sexta-feira, quando faleceu de infecção por coronavírus

Por Adriana Zottis
Última atualização: 29.06.2020 às 12:34

Alexandre Mendes Siqueira faleceu na madrugada desta sexta-feira (26) Foto: Arquivo pessoal
A Prefeitura de Canoas divulgou neste domingo nota de esclarecimento sobre a morte de Alexandre Mendes Siqueira, 53 anos, que faleceu de infecção por coronavírus na madrugada da última sexta-feira (26) no hospital de campanha instalado junto à UPA Boqueirão, no bairro Guajuviras. Ele foi a óbito às 2h40, segundo familiares, porque "não conseguiram um leito de UTI”. 

CONTEÚDO ABERTO | Leia todas as notícias sobre coronavírus

De acordo com a Prefeitura, a estrutura localizada na UPA Boqueirão possui leito de UTI "e o paciente estava usando". Ainda de acordo com o documento, o pedido de transferência se dá para sempre manter esse leito livre, caso surja outra pessoa necessitando utilizá-lo. "Então, reforçamos que o mesmo estava assistido em um leito de UTI", destaca a Administração Municipal.

Ainda na nota, a Prefeitura acrescenta que os leitos de UTI são regulados pela Secretaria de Estado da Saúde do Rio Grande do Sul. "Mesmo havendo leitos em Canoas, só podemos usar com autorização da Regulação Estadual, o que foi feito nesse caso". A Secretaria Estadual  da Saúde confirmou, em nota técnica, o cadastro encaminhado em nome de Alexandre Mendes Siqueira às 18h25 da última quinta-feira, 25.  

Quanto à circunstância do atendimento, a Prefeitura informa que está levantando os detalhes para informar à família. "Já começamos a ouvir os responsáveis técnicos do referido Hospital de Campanha. Não deixaremos de apurar os fatos, em hipótese alguma. Temos compromisso com a transparência, com os profissionais de saúde que tanto se dedicam e, acima de tudo, com a preservação da vida dos canoenses".


Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.