Publicidade
Notícias | Especial Coronavírus Coronavírus

Região de Capão da Canoa agora está com bandeira amarela

Novas bandeiras para a semana de 25 a 31 de maio do distanciamento controlado adotado no Rio Grande do Sul foram divulgadas pelo governo estadual

Última atualização: 23.05.2020 às 20:33

Bandeiras vigentes entre 25 de maio a 31 de maio Foto: Reprodução
A terceira atualização do Distanciamento Controlado manteve a maior parte do território gaúcho com risco epidemiológico médio para o novo coronavírus: 12 de um total de 20 regiões foram classificadas com a bandeira laranja no levantamento realizado e divulgado neste sábado (23). Na rodada anterior, eram 15 nesta situação. 

CONTEÚDO ABERTO | Leia todas as notícias sobre coronavírus

A principal mudança é em três regiões que estavam com cor laranja e tiveram nível de restrição reduzido. Capão da Canoa, Uruguaiana e Santa Cruz do Sul recebem a bandeira amarela, portanto, o Estado passa a ter oito regiões com risco baixo. Com isso, as regiões lideradas por Novo Hamburgo, Canoas, Caxias do Sul e Porto Alegre, entre outras, seguem com bandeiras laranjas.

O RS permanece sem bandeira vermelha (risco alto) ou preta (risco altíssimo). Para consultar o mapa com a cor de cada cidade, acesse o site https://distanciamentocontrolado.rs.gov.br. As novas bandeiras e os respectivos protocolos que regram o funcionamento (ou não) de mais de 100 atividades econômicas são válidas a partir de segunda-feira (25/5) até o domingo seguinte (31/5).

A mudança anunciada durante a semana pelo governador Eduardo Leite no cálculo do Distanciamento Controlado, que seria adotada somente a partir da próxima rodada, já foi aplicada neste sábado. Dessa forma, na região, além dos municípios que integram a R06 liderada por Taquara, as cidades das regiões R04 e R05, lideradas por Capão da Canoa, também estão com bandeira amarela.

A região de Capão da Canoa passou para bandeira amarela porque a soma do número de casos confirmados internados com SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave) nos últimos 14 dias foi menor ou igual a cinco. Além de ter registrado uma redução de óbitos proporcionalmente à sua população e variação do número de leitos UTI disponíveis. “Com a mudança, melhoramos a comparabilidade entre as regiões, porque a definição de hospitalização por SRAG é mais estável do que os exames aplicados pelos municípios e a notificação é compulsória, ou seja, o exame tem de ser obrigatoriamente lançado no sistema, não oferecendo possibilidade de que uma redução ou aumento na testagem ou a subnotificação impactem no cálculo. Com isso, temos um resultado mais fiel ao que efetivamente está acontecendo no RS e podemos aplicar restrições na proporção necessária”, afirma o governador, Eduardo Leite.

Confira a mudança nas bandeiras entre a segunda e a terceira semana do modelo de distanciamento controlado adotado no Rio Grande do Sul

Mapa comparativo entre a segunda e terceira semana Foto: Reprodução

Municípios que integram as regiões R04 e R05 - Capão da Canoa
Arroio do Sal
Balneário Pinhal
Capão da Canoa
Capivari do Sul
Caraá
Cidreira
Dom Pedro de Alcântara
Imbé
Itati
Mampituba
Maquiné
Morrinhos do Sul
Mostardas
Osório
Palmares do Sul
Santo Antônio da Patrulha
Tavares
Terra de Areia
Torres
Tramandaí
Três Cachoeiras
Três Forquilhas
Xangri-lá

Municípios que integram a R06 - Taquara
Cambará do Sul
Igrejinha
Parobé
Riozinho
Rolante
São Francisco de Paula
Taquara
Três Coroas

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.