Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Canoas Contra a gripe

Vacina da gripe H3N2 deve chegar no final de março

Imunização contra outros tipos de Influenza segue junto com a da Covid-19

Publicado em: 27.02.2022 às 17:10 Última atualização: 27.02.2022 às 18:48

A campanha nacional de vacinação contra a Influenza H3N2 ainda não começou oficialmente este ano, mas as autoridades e órgãos de saúde lembram que os imunizantes contra outras variantes da gripe seguem sendo aplicados, paralelamente à vacina da Covid-19. A previsão, segundo o Ministério da Saúde, é de que as vacinas contra o novo tipo da Influenza (H3N2) sejam entregues aos estados e municípios no final de março.

Nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Canoas a vacina para a gripe A, B e C continuam sendo aplicadas.

O secretário municipal da Saúde, Maicon Lemos, lembra que não é mais necessário o intervalo entre a vacina da gripe e a da Covid. "Os dois imunizantes podem ser aplicados, inclusive, no mesmo dia", explica.

Mesmo que os atuais imunizantes tenham foco em outros tipos do vírus Influenza, principalmente o H1N1, as pesquisas mostram que são eficazes também para evitar casos mais graves da H3N2, que pode trazer consequências mais sérias, principalmente se combinada com a Covid.

Sintomas

Os principais sinais que indicam a infecção pelo H3N2 são coriza, forte dor de garganta, febre e dor nas costas. Lemos, que chegou a ter o vírus no final do ano passado, destaca que a sintomatologia é bastante parecida com os outros tipos da doença.

"O que diferencia é que este vírus causa a Síndrome Respiratória Aguda de forma mais grave, podendo evoluir para casos de pneumonia em que seja necessária intubação. Por isso, é importante a vacinação e prevenção", ressalta.

Assim como para evitar a Covid-19, os cuidados também devem incluir a higienização constante das mãos, evitar ambientes não arejados e usar máscaras. Lemos enfatiza que o indicado para quem tiver sintomas gripais é procurar tratamento e ficar em casa para se recuperar.

Vacina trivalente

A nova versão do imunizante contra a Influenza é trivalente, composta pelos vírus H1N1, H3N2 (Darwin) e a cepa B.

Segundo Lemos, a campanha nacional de vacinação contra a gripe deve seguir o modelo dos anos anteriores, alcançando primeiro os grupos prioritários - pessoas com comorbidades, idosos e crianças (de 6 meses a 5 anos) e gestantes.

"Tanto a vacina da gripe quanto a da Covid-19 são essenciais para que possamos vencer a pandemia", enfatiza Lemos.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.