Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Canoas Auxílio

Somente 7% dos que têm direito buscaram o programa Devolve ICMS em Canoas

Prazo para a inscrição foi prorrogado e Cartão Cidadão será entregue até sexta-feira (3). O recebimento da primeira parcela de R$ 100 está programado para o próximo dia 15

Publicado em: 30.11.2021 às 09:34 Última atualização: 30.11.2021 às 09:36

Fila formada nesta segunda-feira (29) começou desde cedo na Estação Rodoviária
Fila formada nesta segunda-feira (29) começou desde cedo na Estação Rodoviária Foto: PAULO PIRES/GES
Conforme dados da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz), 12.632 canoenses têm direito ao Cartão Cidadão, necessário para o recebimento das quatro parcelas de R$ 100 do programa Devolve ICMS. Porém, somente 773, o equivalente a 7% do montante, correram atrás do benefício até agora.

Carla Cardoso saiu de casa antes das seis horas da manhã, nesta segunda-feira (29), em direção a Rodoviária de Canoas. A dona de casa de 48 anos ficou sabendo do programa e, precisando do dinheiro, decidiu chegar cedo na Avenida Getúlio Vargas 5001. "Quem precisa, corre atrás", diz. "Estou desempregada e precisando de dinheiro. Não há outra saída senão conseguir alguma ajuda do governo", observa. "Sei que não é muito, mas para quem não tem, qualquer valor é válido. Vim por R$ 100, mas se fosse R$ 30 eu entraria na fila da mesma maneira".

Na mesma situação que Carla, estão milhares de canoenses e gaúchos. O problema é que muitos não buscam o auxílio, razão pelo qual a Sefaz e o Banrisul decidiram prorrogar por mais uma semana as entregas do programa Devolve ICMS.

A força tarefa que, inicialmente, terminaria na última sexta-feira (26), continua até a próxima sexta, dia 3. Assim, os beneficiários que não puderam comparecer no dia programado para a letra inicial do seu nome, terão uma nova oportunidade.

As entregas ocorrem até sexta-feira, das 9 às 15 horas. Para retirar o cartão, o usuário precisa portar documento de identificação oficial com foto e número de CPF, além do uso obrigatório da máscara de proteção.

A segunda etapa do mutirão começou com a entrega dos cartões para quem tem a inicial do nome formada pelas letras A até D. Nesta terça-feira (30), continuam as entregas de E até J; na quarta-feira (1) de K até N; na quinta (2), de O a R; e na sexta-feira (3) conclui de S a Z.

Catarina de Jesus, 40 anos, perdeu o emprego no início da pandemia. "Trabalhava em uma empresa que fechou as portas", conta. Desde então, ela tem vivido de "bicos", através de trabalhos de limpeza indicados por parentes e amigos. "Não é fácil ficar sem renda", argumenta. "Não sei até quando vou conseguir continuar assim".

 

Primeiro depósito até o dia 15

O governo do Rio Grande do Sul apresentou no mês passado um programa para devolver o ICMS pago por famílias de baixa renda. São 432.194 famílias beneficiadas que devem receber por ano R$ 400 pagos em quatro parcelas de R$ 100. O valor devolvido é baseado no total pago em tributos por essas pessoas por ano. Ao todo, o Devolve ICMS vai destinar R$ 175 milhões do tesouro para a população. O Estado promete para o dia 15 de dezembro o primeiro depósito de R$ 100 no cartão.

Os cartões distribuídos pelo Banrisul vão funcionar na função débito, com senha, utilizável em todos os estabelecimentos que possuem a máquina Vero Banrisul. Ao todo, são mais de 140 mil estabelecimentos no Rio Grande do Sul. A proposta é que a ajuda do Estado complemente o que é pago hoje pelo Bolsa Família a milhões de famílias. Somente Canoas tem 11.508 famílias inscritas no novo Auxílio Brasil.

Na avaliação do secretário Estadual da Fazenda, Marco Aurélio Cardoso, não é necessário que o interessado corra para a fila de manhã cedo para pegar o cartão. "Temos observado, por exemplo, que a partir do início da tarde não há filas praticamente. Assim aquelas pessoas que puderem se organizar para vir mais para o meio do dia terão atendimento bem mais rápido", observou o secretário.

 

Reclamações daqueles que aguardam

Embora exista a procura por parte da população, não há quem não reclama dos valores depositados. "É uma mixaria", observou Anderson Duarte. O trabalhador de 53 anos aguardava a abertura do portão da Rodoviária. "Minha firma quebrou e eu também no meio do ano passado", conta. "Eu queria não ter que estar nesta fila, mas infelizmente, agora, preciso de toda a ajuda que conseguir".

Adroaldo Nogueira reclamou mais. Mesmo encarando a fila, o aposentado de 67 anos acabou descobrindo que não tinha direito de pegar o cartão. "Ninguém liga para o aposentado", bronqueou. "Sei que é pouco dinheiro, mas o complemento me ajudaria bastante. Não consigo mais colocar nem o arroz e feijão na mesa".

 

Seguindo critérios do Bolsa Família

As famílias beneficiadas pelo programa são as cadastradas no Cadastro Único (CadÚnico), com base nos critérios de benefício do Bolsa Família ou quando o titular familiar tenha algum dependente matriculado na rede estadual de ensino médio regular. Todas as famílias beneficiadas devem ter renda mensal de até três salários mínimos ou renda inferior a meio salário mínimo nacional.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.