Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Canoas Cidadania

Canoas já entregou mais de 50 mil cestas básicas

Produtos devem ser solicitados e retirados nos quatro Cras da cidade

Publicado em: 22.10.2021 às 03:00 Última atualização: 22.10.2021 às 08:07

Como forma de auxiliar os canoenses que se encontram em vulnerabilidade social, a Prefeitura de Canoas já entregou mais de 50 mil cestas básicas desde janeiro de 2021. A distribuição é feita através do programa Cesta Básica Canoense, coordenado pela Secretaria Municipal de Cidadania.

Sany Martinelli, 46 anos, do Niterói, é uma das canoenses beneficiadas com o programa de cestas básicas
Sany Martinelli, 46 anos, do Niterói, é uma das canoenses beneficiadas com o programa de cestas básicas Foto: Gustavo Garbino/PMC
Para receber os alimentos, é preciso estar com inscrição atualizada no Cadastro Único (CadÚnico). Os produtos devem ser solicitados nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), localizados em diferentes regiões da cidade. Idosos e pessoas com deficiência recebem as cestas em casa.

Sany Martinelli, 46 anos, é uma das canoenses beneficiadas. Moradora do bairro Niterói, ela enfrenta dificuldades para sustentar os quatro filhos, a mãe, o irmão e a sobrinha, que moram na mesma residência.

Ajuda bem-vinda

Além de conviver com problemas financeiros, Sany ainda luta para vencer o câncer de mama, que também a impediu de continuar trabalhando como cabeleireira. Para ela, a cesta básica é essencial.

"Receber as cestas básicas é um alívio para o coração. Com esses produtos, eu consigo alimentar os meus filhos e todos da família. Infelizmente, essa pandemia atingiu todo mundo. Não teve quem não sofreu. Então, toda ajuda é muito bem-vinda", destacou.

Quatro tipos de cestas

O programa Cesta Básica Canoense prevê quatro modalidades de cestas: a primeira visa atender necessidades nutricionais específicas de idosos, com base em avaliação nutricional: sem problemas de saúde relacionados à alimentação (cesta normal); que possuem problemas de obesidade ou colesterol alto (cesta com produtos light); ou idosos com diabetes (cesta com produtos diet). Eles também recebem kits de hortifrutigranjeiros.

A segunda cesta, chamada de família, além dos produtos não perecíveis, inclui hortifrutigranjeiros oriundos da agricultura familiar, através de uma parceria com o governo federal. Famílias com mais de oito pessoas recebem duas cestas.

O terceiro tipo de cesta é distribuído para pessoas em vulnerabilidade social que solicitam nos Cras cada vez que necessitam, mas que não estão inscritas em nenhum programa social da Prefeitura. O tamanho da cesta, com produtos não perecíveis, é proporcional ao tamanho da família.

A quarta modalidade faz parte do projeto Cesta Escolar, desenvolvido em parceria com a Secretaria Municipal de Educação. É entregue a pessoas carentes com filhos matriculados nas Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs) ou nas Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMEFs).

Serviços de convivência da cidade

Para poder receber os produtos previstos pelo programa, é necessário participar dos serviços de convivência através dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e das entidades que fazem parte da rede socioassistencial do município.

Auxílio às famílias

Para o titular da Secretaria de Cidadania, Juliano Gonçalves, o programa é fundamental para auxiliar as famílias que se encontram em extrema pobreza.

"O nosso desafio diário é ajudar essas famílias a colocar comida na mesa. Essa é uma diretriz estabelecida pelo prefeito Jairo Jorge. Estamos empenhados em seguir distribuindo alimentos para auxiliar as pessoas mais necessitadas da nossa cidade", ressaltou.

Cras

Os Cras são destinados a oferecer atendimento assistencial às pessoas em vulnerabilidade social do município. Além do Cesta Básica Canoense, é lá que são atendidos os beneficiários de políticas como Bolsa Família, Benefício de Prestação Continuada (BPC), entre outros. No local, também é executado o Programa de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF), que prevê uma série de ações de acolhimento para prevenir situações de vulnerabilidade ou violência nas famílias canoenses.

Confira os endereços e telefones dos Cras

Cras Guajuviras - Nordeste

Setor 5 Quadra R ,20 - Guajuviras

Fone: 3478-4316

Cras Rio Branco - Sudoeste

Rua Montenegro, 1057 - Rio Branco

Fone: 3236.2715 / 3463-1260

Cras Mathias Velho - Noroeste

Rua São Gabriel 441 - Mathias Velho

Fone: 3236.2719

Cras Niterói -

Sudeste

Rua Alegrete ,1295 - Niterói

Telefone: 3199-1712

Horário de atendimento é das 8 às 18 horas

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.