Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Canoas Esporte

Paixão pela natação rende vitórias para atleta canoense

Nicolas é o nadador mais jovem a vencer uma prova em águas abertas

Por Daniele Farias
Publicado em: 23.09.2021 às 03:00 Última atualização: 23.09.2021 às 08:16

Os nadadores canoenses Nicolas Marques, 13 anos, e o pai Eduardo Marques, 44, conseguiram um feito inédito na última competição da qual participaram. Pai e filho nadaram juntos e venceram provas na primeira etapa do Circuito Ocean, realizado em Santa Catarina no final do mês passado. Nicolas é o atleta mais jovem a vencer uma prova de 1,5 km em águas abertas. Já o pai, que também é instrutor de natação, conquistou o primeiro lugar na disputa dos 3km. Nesta prova, Nicolas chegou em 4º.

Nicolas participará do Circuito Brasileiro em outubro
Nicolas participará do Circuito Brasileiro em outubro Foto: PAULO PIRES/GES
A mãe, Sara Gabriel, também nadadora, conta que o adolescente começou a ter contato com as piscinas ainda muito pequeno, por volta dos 3 anos. "Nos conhecemos (os pais) na natação, o pai é professor. Não teria como ser diferente", destaca Sara.

"Ele tem apenas 13 anos e tem evoluído bastante nos treinos", ressalta o pai. O professor lembra que o Circuito Ocean é uma prova amadora. O campeonato ainda tem etapas mensais até dezembro.

"Também vamos participar de uma prova da Federação Gaúcha de Natação, que acontece no final deste mês, na PUC-RS, em Porto Alegre", informa Marques.

Atleta federado

Nicolas é um dos atletas federados do clube Grêmio Náutico União, de Porto Alegre, e começa a participar de competições nacionais oficiais já no próximo dia 3 de outubro, no Circuito Brasileiro de Maratonas Aquáticas, em São Paulo. "Vou com outros colegas da minha equipe, mas de Canoas somos apenas três", informa o jovem.

A prova da qual ele participará é a de 5km. "Agora iniciei no nível Infantil 1. Treinamos em dois horários, pela manhã antes da aula e de tarde. Estamos já nos acostumando a nadar distâncias de 6 a 8km, mas vou pensando em participar da competição", destaca.

Ele pretende começar a participar em outras provas amadoras como forma de treino e diversão.

Apoio da família

Família: adolescente passou o pai, instrutor de natação, em prova de 1,5km
Família: adolescente passou o pai, instrutor de natação, em prova de 1,5km Foto: PAULO PIRES/GES
Os pais destacam que o jovem tem treinado profissionalmente, mas o filho tem liberdade para escolher se pretende seguir a carreira como atleta. "Assim como nossos outros dois mais velhos, incentivamos, mas ele é quem irá decidir", ressalta Sara.

"Acho que seria legal competir uma Olimpíada, por exemplo, mas ainda sou muito novo para saber. Quero continuar nadando e dar o meu melhor. Se eu achar, daqui mais uns anos, que vale a pena e tiver condições de investir na carreira, vou seguir", argumenta Nicolas, mostrando maturidade.

O pai ressalta que Nicolas pode ser um dos atletas canoenses que ganhará destaque nos próximos anos. "Ele decidirá. Potencial já mostrou que tem para seguir em frente. Vamos apoiar sempre o que for melhor para ele", enfatiza o pai.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.