Publicidade
Notícias | Canoas Transtorno para quem aguarda

Perícias continuam suspensas na agência do INSS em Canoas

Ao menos 120 exames foram cancelados por inadequações sanitárias dos consultórios

Por Jeison Silva
Publicado em: 15.09.2020 às 08:22

Situação com peritos havia sido informada ao INSS na sexta, mas cidadão foi surpreendido Foto: PAULO PIRES/GES
Há 33 dias, o marceneiro do Harmonia Cláudio Valdir Saraiva Antunes, 51, caiu da escada e teve uma fratura séria no braço e na mão esquerdos. "Em 25 de agosto, consegui agendar pelo fone 135 a minha perícia para esta segunda-feira, estou sem renda e ainda pago aluguel", explica. "Cheguei aqui e fui mandado para casa porque não tinha perito para avaliar meu auxílio, por sorte, tenho algum dinheirinho guardado para me manter." Conforme a unidade Canoas do INSS, 60 perícias foram canceladas no primeiro dia de retomada do atendimento presencial. Outros 62 devem deixar de ocorrer nesta terça-feira. O motivo seriam inconformidades da estrutura de consultórios relativas à segurança sanitária em tempos de Covid. É o que informa a Associação Nacional dos Médicos Peritos (ANMP).
A gerência do INSS Canoas contesta e afirma que o local atende os requisitos legais para reabertura.

"Temos espaço adequado para 16 peritos médicos, manhã e tarde, dispomos de EPI´s e condições de manter 240 perícias", destaca o gerente-executivo do INSS, Alberto Alegre. "Para a retomada da agenda de perícias é só uma questão de ajustes, até quarta-feira devemos passar por nova vistoria técnica." Por enquanto, o cidadão deve reagendar as perícias pelo fone 135.

Mas o presidente da ANMP, Luiz Argolo, é bem menos otimista. "Dificilmente as perícias serão retomadas ainda esta semana", afirma. "As unidades do INSS precisam ser revisitadas para análise técnica, existe um protocolo a ser seguido e itens que não possibilitam o atendimento ao público por causa da Covid." Segundo Argolo, há problemas sanitários sérios que poderiam colocar peritos e periciados em risco. "Não falo específico de Canoas, mas há pendências de indumentária de proteção contra Covid, falta de manutenção de ar-condicionado e até máscaras vencidas", diz. "A agência não poderia ter sido aberta, foram realizadas vistorias terça e quarta, o INSS foi informado na semana passada da decisão dos peritos de não retornarem." Ele aponta que sequer haveria tempo hábil para fazer os ajustes necessários.

Só 12 de 800

Desde 19 de março o INSS atende por canais remotos em função da pandemia. A reabertura da agência possibilita a entrega de documentação de cadastro, informações e atualização de benefícios. Cerca de 300 pessoas passam pelo local em épocas normais. Canoas atende 44 municípios. A situação de cancelamento de perícias foi verificada também em outros municípios. Conforme a ANMP, apenas 12 das mais de 800 agências com serviço de perícia no país teriam sido aprovadas em vistorias realizadas pela entidade.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.