Informe Publicitário Educa Mais Brasil

Semana do estudante: jovens e adultos priorizam a educação para mudar de vida

Campanha de incentivo à educação visa democratizar o acesso ao ensino

Publicado em: 09.08.2021 às 16:59

Dona Elizete Batista, de 42 anos, não teve uma vida fácil. Durante a infância, morou na região de Poço de Pedras, vizinho a São Gonçalo do Amarante (RN) e precisou trabalhar desde cedo para ajudar os pais no interior. A vida simples no campo permitiu apenas que ela concluísse o ensino fundamental, por meio da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Campanha de incentivo a educação é lançada por programa de bolsas de estudo Foto: Divulgação

Porém, mesmo com todas as adversidades em seu caminho, Elizete sempre sonhou com uma vida diferente e uma educação melhor para as filhas Gisele, de 14 anos, e Karina, 9. Hoje, ela sente que a falta de estudo é uma grande barreira em sua trajetória, por isso busca o melhor em benefício das filhas. Com pensamento positivo e perseverança, ela sonhava com o dia em que poderia matricular as filhas em uma escola particular, mesmo ganhando pouco com as faxinas, única forma de sustento do seu lar.

Elizete, mãe, com as filhas estudantes Karina, 9, e Gisele, 14. Foto: Acervo pessoal

A possibilidade de tornar o seu sonho realidade chegou através do seu trabalho. Trabalhando em uma escola, Elizete soube da possibilidade das filhas serem beneficiadas com bolsa de estudo, com desconto de até 70% nas mensalidades. Para essa mãezona, o impossível não existe, como ela mesma disse quando soube que havia bolsa disponível na escola que tanto queria matricular a filha Gisele. “Tive que ter fé e alguém que me entusiasmasse a lutar para que minha filha tivesse uma educação de qualidade e quem me entusiasmava era o Educa Mais Brasil”, conta orgulhosa por ver a filha mais velha estudando na melhor escola da cidade onde moram.

E Elizete também não quer ficar para trás. Apesar de ter deixado a conclusão dos seus estudos em segundo plano, ela mantém acesa a esperança de voltar à sala de aula. “Eu já tinha pensado em deixar os estudos, estava focada em dar a melhor educação para as minhas filhas, mas sua ligação (referindo-se à entrevista pelo telefone) me fez querer voltar a lutar por esse sonho. Quem sabe daqui a alguns anos eu volte a estudar”, admite esperançosa.

A vontade de agregar mais conhecimento à vida também é comum ao educador físico Maicon José, 38, do Rio de Janeiro, que iniciou uma pós-graduação a distância em Docência do Ensino Superior. Contando também com apoio de uma bolsa de estudo, o carioca paga, apenas, R$ 22 de mensalidade. Durante todo o curso, a bolsa vai proporcionar uma economia total de R$1.388, 28, que poderá ser revertida em novos investimentos em educação. “Meu objetivo com o curso é ganhar mais qualificação profissional. Também quero fazer uma graduação em Logística e Transporte”, diz Maicon, visando melhores condições de vida.

Mais incentivo aos estudos

Na semana do estudante, de 09 a 13 de agosto, o maior programa de inclusão educacional do país, o Educa Mais Brasil, estará propiciando ainda mais oportunidades para que todos possam estudar. Além das bolsas de estudo de até 70% de desconto nas mensalidades de cursos de diversas modalidades de ensino, a pré-matrícula para todos os cursos disponibilizados no site ficará por R$50.

“A semana do estudante tem como principal objetivo promover ainda mais oportunidade para quem sonha em ser um estudante. Trata-se de mais uma iniciativa de inclusão do Educa Mais Brasil, para democratizar o acesso de quem precisa de apoio para estudar e aquecer o setor educacional do país”, destaca a gerente de marketing do Educa Mais Brasil, Amanda Galindo.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.