Publicidade
Botão de Assistente virtual
Esportes Esportes

Investigação da Wada acusa Ucrânia de manipulação em exames antidoping desde 2012

Por Estadão Conteúdo
Publicado em: 27.10.2021 às 11:54

A Ucrânia está correndo sério risco de punição nas próximas competições internacionais por causa de manipulações em exames antidoping. O grupo de Inteligência e Investigação da Agência Mundial Antidopagem (Wada, na sigla em inglês) encontrou irregularidades graves em diversos controles feitos pelo país desde 2012 e disse "ter sérias dúvidas" sobre a integridade da Agência Antidopagem da Ucrânia (NADC, na sigla em ucraniano).

A Operação Hércules tem indícios que as manipulações já ocorram há quase 10 anos. As investigações "sugerem que desde 2012 o NADC avisa com antecedência sobre a colheita das amostras e faz marcação com os atletas nos seus gabinetes."

De acordo com a Wada, exceto em circunstâncias excepcionais e justificadas, controles de doping devem ser realizados sem aviso prévio. "Um aspecto fundamental para que o programa seja eficaz", explica.

"Há evidências corroboradas de que a agência antidoping ucraniana telefonou para os atletas ou seus treinadores para convocá-los no dia seguinte em suas instalações e submetê-los a um controle", acusa Gunter Younger, diretor do I&I (Inteligência e Investigação). "Uma delegação inteira foi vista se alinhando na agência para testes", observa.

A prática vinha ocorrendo antes das grandes disputas mundiais. Pela investigação, pelo menos seis controles feitos em competições foram aprovados como controles surpresa. Os pesquisadores pediram um novo teste dessas amostras e o resultado foi negativo.

A Operação Hércules ainda investigou suspeitas de doping e encobrimento na Federação Ucraniana de Atletismo, sem encontrar provas, embora tenha detectado um possível caso de tráfico de EPO por um indivíduo. O mesmo negou envolvimento e o caso está em estudo na Unidade de Integridade de Atletismo.

Todas as evidências encontradas pela I&I, que age como grupo independente dentro da Wada, foram transferidas para a entidade "para ação imediata." Caso haja punição à Ucrânia, ela já não poderia participar dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, em 2022.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.