Publicidade
Acompanhe:
Esportes Sem jogo

Na Europa, França e Holanda encerraram os campeonatos de futebol

Presidente da Federação Francesa de Futebol, Noël Le Graët, afirmou que as duas primeiras divisões do país estão definitivamente canceladas

Última atualização: 29.04.2020 às 16:55

PSG, de Neymar, liderava o campeonato francês Foto: C.Gavelle/PSG
O Campeonato Francês de futebol está encerrado, assim como qualquer outra competição de esporte coletivo em andamento na França por conta da pandemia do novo coronavírus. Quem garante é o primeiro ministro do país, Édouard Philippe, que determinou o cancelamento de qualquer evento esportivo até o mês de setembro. A decisão é parecida com a que a Holanda tomou na semana passada, encerrando o seu torneio nacional de futebol. O presidente da Federação Francesa de Futebol, Noël Le Graët, decretou que as duas primeiras divisões do país estão definitivamente canceladas. "A Ligue 1 e a Ligue 2 não vão voltar, nem o Nacional (terceira divisão da França) e a D1 (primeira divisão feminina)", afirmou Le Graët, fazendo coro ao primeiro ministro.

CONTEÚDO ABERTO | Leia todos os conteúdos sobre coronavírus

"Os grandes eventos esportivos não podem ocorrer antes de setembro. A temporada de futebol de 2019/2020 não pode retornar", disse o primeiro ministro, durante um discurso na Assembleia Nacional, em Paris, na terça-feira (28). "Temos que aprender a conviver com a covid-19 e aprender a nos proteger dela."

Com a decisão, campeões, rebaixados e times que subiram de divisão ainda não estão confirmados. A Federação Francesa de Futebol (FFF, na sigla em francês) e Liga de Futebol Profissional (LFP, também na sigla em francês), que organiza o Campeonato Francês, vão se reunir nos próximos dias para definir a situação e também os classificados para as competições europeias na próxima temporada.

O Campeonato Francês foi paralisado com o Paris Saint-Germain na liderança, com 68 pontos, e um jogo a menos que o vice-líder Olympique de Marselha, que tem 56. Além das duas equipes, a terceira que iria para a Liga dos Campeões da Europa é o Rennes. O Lille, quarto colocado, estaria classificado à Liga Europa. A zona de rebaixamento conta com Nîmes, Amiens e Toulouse.

A decisão do governo francês ainda pode afetar o início da próxima temporada, com a realização de jogos sem público nas primeiras rodadas. E também pode impedir que o Paris Saint-Germain faça partidas da Liga dos Campeões no país - o time dos brasileiros Neymar, Marquinhos e Thiago Silva passou pelo Borussia Dortmund e está classificado para as quartas de final.

Temporada do futebol na também Argentina está encerrada

Assim com já foi definido em alguns países da Europa - casos de França, Bélgica e Holanda -, a temporada do futebol na Argentina está encerrada por conta da pandemia do novo coronavírus. Claudio Tapia, presidente da Associação de Futebol Argentino (AFA, na sigla em espanhol), confirmou o encerramento da temporada de futebol na Argentina e revelou que estão definidos os clubes classificados para a Copa Libertadores e Copa Sul-Americana de 2021.

Tapia ainda apontou que não terá rebaixamento na atual temporada e nem na próxima temporada (2020/2021). Os classificados para a Libertadores são: Boca Juniors, River Plate, Racing e Argentinos Juniors. Para a Sul-Americana: Vélez Sarsfield, San Lorenzo, Newell's Old Boys, Talleres, Defensa Y Justicia e Lanús.

"Na reunião de Comitê Executivo desta segunda-feira deu-se por finalizado a temporada 2020. As classificações para Libertadores e Sul-Americana serão fechadas pela tabela atual da competição. Ficam abertas algumas partidas da Copa da Superliga e da Copa Argentina, que só serão disputadas quando o Ministério da Saúde permitir", disse o presidente.

Em comunicado oficial divulgado nesta semana, a AFA ressalta que o futebol só será retomado no país quando for possível ter público nos estádios. "Não há indicação de que validamente nos permita arriscar uma data na qual o governo permita o desenvolvimento de competições esportivas com a presença de público, uma condição indispensável para a AFA retomar com o programação de seus torneios (...) Será difícil retomar as competições antes do segundo semestre do corrente ano", afirmou um trecho da nota.

Assim, os jogos da Libertadores e da Sul-Americana envolvendo clubes argentinos podem ser comprometidos, fazendo com que as duas competições continentais também tenham que ser revistas.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.