Publicidade
Cervejeiros

Blog Cervejeiros | O que é uma Barley Wine

Esse é um estilo de cerveja bem interessante e agradável de se degustar no inverno. De certa forma, o nome transmite imediatamente tudo o que você precisa saber sobre o estilo, em outras palavras, na tradução seria “Vinho de Cevada”.

Mas fique sabendo que as Barley wines definitivamente não são vinhos. Os vinhos são suco de uva fermentado. Como bem sabemos não podemos extrair nenhum suco ou líquido da cevada, conforme já explicamos em outro texto de como a cerveja é feita. Mas resumirei aqui: a cerveja é feita basicamente de água, malte, lúpulo e levedura. A fermentação ocorre basicamente com os açúcares extraídos dos grãos.

Então, por que chamá-los de “vinhos”? Eu explico, o estilo ganhou seu nome com base na potência e complexidade dos aromas, sabores. Essas duas coisas que definitivamente apresentam semelhanças com o vinho.

Embora agora haja muitas cervejas com alto teor alcoólico, tradicionalmente as Barley wines têm sido algumas das cervejas mais fortes no mercado, com ABVs variando de cerca de 8% a 12% ou mais. Lembre-se que antes que as IPAs e as Imperial Stouts tomassem conta do cenário brasileiro de cervejas artesanais, a grande maioria das cervejas ficava na faixa de 4,0% a 5,0% de teor alcoólico, sendo assim tornando o nível de álcool das Barley wines muito mais próximo do que o consumidor médio encontraria em um vinho em vez da cerveja.

Esses altos níveis de álcool também significam que as Barleywines são uma das poucas cervejas que lidam com o envelhecimento extremamente bem, novamente, como um bom vinho. Para chegar a um ABV tão alto, as cervejarias precisam adicionar mais malte, normalmente de cevada, na cerveja para aumentar sua “gravidade original”, ou seja, basicamente é aumentar a quantidade de açúcares disponíveis para serem fermentados.

Todo esse malte aumenta a doçura, o que significa que os Barley wines também precisam de uma porção extra de lúpulo para serem equilibradas e não enjoativas. Essa combinação massiva de malte, lúpulo e álcool transforma os Barley wines em cervejas extremamente complexas e deliciosas para serem degusta numa noite fria de inverno no Rio Grande do Sul.

Embora o tipo de complexidade encontrada no estilo certamente seja diferente dos tipos de notas que você encontrará em um vinho, a extensão em que essa complexidade pode ser analisada e discutida é, certamente, semelhante a do vinho, criando outra associação entre Barley wine e os vinhos!

Atualmente temos as American Barley wine, que levam mais lúpulos, e o estilo das English Barley wine que são mais suaves e equilibradas. Mas no guia de estilos ambas as versões apresentam "sabores de pão, caramelo, mel, melaço e toffee". Como o nome Barley wine sugere, essas são cervejas escuras e maltadas, elevadas pela complexidade adicional do álcool. Ao contrário de muitos outros estilos, o lúpulo e a levedura desempenham um papel muito mais coadjuvante, permitindo que o malte (também conhecido como “cevada”) e o álcool (também conhecido como “vinho”) brilhem.

Aqueles que procuram uma introdução ao estilo você pode encontrar no marcado a Matarelo Barley Wine, da Vinicola Casa Perini de Farroupilha/RS. Uma cerveja licorosidade e a alta carga de malte dessa potente cerveja lhe confere uma complexidade única. Possui passagem por barricas de merlot. Fácil de degustar e com um valor bem acessível. Compre uma para esse final de semana e depois me conte como foi a degustação. E não esqueça de me seguir em minhas redes sociais @bentocla. Deixe seu comentário no post.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.