Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Domingos Martins, 400 - Centro - Canoas/RS - CEP: 92010-170
Fones: (51) 3462.7000 - Fax: (51) 3462.7007

PUBLICIDADE
Viver com Saúde

Exercícios de respiração e postura ajudam a deixar a barriga 'negativa'

Low Pressure Fitness traz resultados positivos em poucas sessões
03/06/2019 03:00 06/06/2019 15:18

Foto por: Divulgação
Descrição da foto: A fisioterapeuta Aline Silveira Royes mostra que Low Pressure Fitness usa respiração e treinos posturais
Com o objetivo de proporcionar uma reprogramação postural, o Low Pressure Fitness - LPF - trabalha os músculos internos, especialmente na região abdominal, deixando a cintura fina e a barriga torneada. Esta técnica de exercícios é mundialmente conhecida como "barriga negativa" pelos resultados expressivos de redução de medidas, mas seus ganhos vão além da estética.

Segundo a fisioterapeuta Aline Silveira Royes, o Low Pressure Fitness é um método diferente. "Com resultados surpreendentes e capaz de melhorar a saúde, principalmente das mulheres, acelerando a recuperação pós-parto e tonificando o assoalho pélvico, além de controlar os problemas de incontinência urinária", diz.

A profissional lembra que respirar bem tem toda influência na nossa desenvoltura corporal. "Nossa vida depende de uma boa respiração, a funcionalidade do nosso corpo como um todo melhora. O método traz o vácuo expiratório, pois se faz uma apneia: prende a respiração e 'suga' a barriga para dentro, sem fazer contração abdominal, sem usar voluntariamente a contração do abdome, isso faz com que a gente organize os órgãos internos. Muitas vezes a postura errada, aquela barriguinha saliente é resultado dos órgãos projetados para frente, o que causa até mesmo dores lombares. Muitas vezes nem é gordurinha", ressalta.

Perda de medidas

E nada de achar que é só respirar bem que aqueles pneuzinhos na barriga vão desaparecer. A especialista em Estética e Saúde, Cíntia Keppler, explica que a perda de medidas com o LPF não tem nada a ver com redução de gordura. "A técnica não emagrece, mas quando associada a tratamentos estéticos e dieta, auxilia de forma efetiva na redução de medidas", cita.

Bons resultados

Segundo Aline, os benefícios da técnica são visíveis em poucas sessões. "O LPF tonifica especialmente o abdome, que é o nosso centro do corpo, ele diminui circunferência, então o resultado estético de que você aparentemente emagreceu é porque tonifica a musculatura dessa cinta fisiológica que temos. É possível diminuir de 8 a 12 centímetros nas 12 sessões principais que pedimos para que a pessoa enxergue o resultado", detalha.

Além da cintura mais fina e a barriga mais definida, a melhora na postura, diminuição de dores lombares, ativação do metabolismo basal e da circulação também são alguns benefícios do LPF. A técnica atua ainda de forma eficiente na melhora da diástase abdominal e tem resultados efetivos no aumento da capacidade cardiorrespiratória, assim como na ansiedade e estresse. A precaução na prática é necessária para as gestantes e hipertensos.

Como são as aulas?

Aline explica que uma aula de Low Pressure Fitness dura geralmente 30 minutos. Parece pouco, mas não é. "As pessoas nem conseguem passar desse tempo, pois o LPF exige bastante, principalmente na questão respiratória, na expansão pulmonar. Não estamos acostumados a parar e pensar na respiração, é algo que fazemos sem pensar. Na técnica, exigimos mais, é preciso que o aluno utilize toda a sua capacidade pulmonar e isso acaba cansando, talvez é até mais cansativo do que trabalhar uma força na musculação", detalha.

A profissional ainda ressalta que é preciso uma avaliação inicial, que dura mais ou menos uma hora, com todo um questionamento da atual situação do praticante para que depois ele compare e verifique sua evolução. "É uma mudança grande no corpo. As aulas envolvem então respiração e exercício postural, algumas das posições são de pé, outras são deitados ou de joelhos e vamos evoluindo conforme a pessoa vai apresentando sua melhora, dua evolução. Todas as posturas são estáticas e é aí que é possível sentir o trabalho no tônus", diz.

Diário de Canoas
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3553.2020 / 51 992026770
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS