Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Domingos Martins, 400 - Centro - Canoas/RS - CEP: 92010-170
Fones: (51) 3462.7000 - Fax: (51) 3462.7007

PUBLICIDADE
Estelionato

Suspeita de fraude pedia mais de R$ 50 milhões por suposto plágio de Padre Marcelo

Religioso disse que perdoa a mulher, presa no último dia 9
13/05/2019 10:01 13/05/2019 10:04

Foto por: Reprodução
Descrição da foto: Padre Marcelo Rossi
Uma mulher suspeita de estelionato contra o padre Marcelo Rossi pedia R$ 51,6 milhões de indenização à Justiça. Presa no dia 9, Izaura Garcia de Carvalho Mendes, de 65 anos, teria falsificado o registro de um texto da Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro.

Ela alegava que o padre havia copiado, sem dar crédito a ela, um texto no livro Ágape. A investigação foi realizada pela Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial (DRCPim), da Polícia Civil. As informações são do G1.

Entre 2010 e 2019, o livro do religioso havia vendido 10 milhões de exemplares. Em abril, decisão judicial do caso retirou a obra de circulação. Em uma primeira ação movida por Izaura, em 2013, ela fez um acordo com a Editora Globo e recebeu R$ 25 mil.

Ao ser questionada pelo delegado Maurício Ribeiro, Izaura disse: "Eu não tenho a dizer nada, porque foi o (documento de autoria do texto) que eu recebi lá na época". As duas advogadas envolvidas no caso também foram presas. O processo tramita na Vara Empresarial do Tribunal de Justiça de Rio.

Ao G1, padre Marcelo apenas disse que perdoa Izaura.

Diário de Canoas
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3553.2020 / 51 992026770
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS