Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Domingos Martins, 400 - Centro - Canoas/RS - CEP: 92010-170
Fones: (51) 3462.7000 - Fax: (51) 3462.7007

PUBLICIDADE
Futebol

Grêmio ou Inter, quem chega melhor para a Libertadores?

Equipe de esportes do Jornal NH, VS e da Rádio ABC aponta Tricolor como mais preparado que o Colorado para a competição
04/03/2019 03:00 05/03/2019 14:00

Foto por: Divulgação
Descrição da foto: Renato Portaluppi, do Grêmio, e Odair Hellmann, do Inter, lideram a dupla Gre-Nal em mais uma Libertadores
Grêmio e Inter estreiam na Copa Libertadores da América 2019 nesta quarta-feira. Pelo Grupo A, o Colorado enfrenta o Palestino, às 19h15, no Estádio San Carlos de Apoquindo, no Chile. Já pelo Grupo H, o Tricolor encara o Rosario Central, às 21h30, no Gigante de Arroyito, na Argentina. E para falar do momento e como chega a dupla Gre-Nal para a disputa da principal competição do continente, a equipe de esportes do Jornal NH, VS e da Rádio ABC comenta sobre as chances de classificação dos clubes gaúchos.

Grupo A

Inter
Alianza Lima
Palestino
River Pl

Grupo H

Grêmio
Libertad
Rosario Central
Universidad Católica

JOÃO PAULO GUSMÃO
Coordenador de Esportes da Rádio ABC

“Acredito que o Grêmio chega muito melhor e como um dos principais candidatos ao título da Libertadores. Além de manter a base, as chegadas de Montoya, Vizeu e Tardelli colocam o Tricolor com mais grupo para a disputa da principal competição do continente. Pelo que está jogando, penso que o time de Renato passa com tranquilidade no Grupo H. Já o Inter, apesar das dificuldades que vem apresentando, acredito que mesmo estando no grupo do atual campeão, o time de Odair Hellmann deve confirmar a classificação, mesmo que seja em segundo lugar.”

JOSÉ CARLOS KEIBER
Comentarista da Rádio ABC

“Se olharmos para os adversários da dupla Gre-Nal na Libertadores, veremos que existe uma possibilidade enorme de ambos se classificarem à fase seguinte. Na gangorra, o Grêmio chega mais pronto, tem um padrão de jogo afirmado, com ótimos jogadores e um futebol competitivo. Reforçou-se e está cotado para chegar ao título. O Inter ainda é uma incógnita: chega com a desconfiança do torcedor pelo que não apresentou em 2019. Está longe de ser confiável.”

DANIEL STEIN ROHR
Repórter de Esportes do Jornal VS

“É indiscutível que o Grêmio chega melhor. Reforçado por Tardelli e Vizeu, o Tricolor tem, em 2019, o que faltou em 2018: um grupo à altura da competição, com Everton jogando em nível de seleção brasileira e a melhor zaga da América consolidada. Já o Inter ainda não está pronto. Prova disso é que o técnico não repetiu a escalação em oito rodadas do Gauchão, e segue com produção ofensiva pífia diante de adversários frágeis. Vejo na força do Beira-Rio a principal arma, que deve garantir a classificação, mas não sem alguns percalços.”

PAULO CÉSAR LANGARO
Âncora da Rádio ABC

“Vi o jogo entre Palestino e Talleres. O time chileno e o peruano (Alianza Lima), serão páreos para o Inter na busca por uma das duas vagas. Acredito que se classificam Inter e River Plate. Mesmo que o futebol seja uma ‘caixinha de surpresas’. O Grêmio também se classifica para a segunda fase. Ou seja, a Libertadores começará, pra valer, para a dupla Gre-Nal, na fase seguinte. Se isso não acontecer, que os dirigentes não usem o argumento que ‘no futebol ninguém é bobo’. Terão que admitir que faltou competência.”

MARCOS COUTO
Narrador da Rádio ABC

“O Grêmio colhe os frutos do trabalho iniciado na gestão de Fábio Koff, cujo o coroamento com títulos veio sob o comando do atual presidente Romildo. Já o Inter experimenta um momento de reconstrução do clube como um todo. No futebol isto pode levar tempo, porém não impedindo que o Colorado possa ser campeão ainda neste ano. Contudo, o melhor preparado para uma competição do porte da Libertadores é, sem sombra de dúvidas, o Grêmio.”

DOUGLAS ROCHA
Comentarista da Rádio ABC

“Quem está chegando melhor evidentemente é o Grêmio. Um elenco de qualidade, contratações qualificadas, formação de elenco da base com aproveitamento de no mínimo 80% nos profissionais e por uma comissão técnica experiente liderada pelo Renato Portaluppi. Sem dúvida nenhuma o Inter não passou ainda para preencher esses requisitos à altura do adversário. A diferença nessa situação é a não definição de elenco por parte do Internacional.”

ANDRÉ HECK 
Editor de Esportes do Jornal NH

“O Grêmio está à frente do Inter e isso é inegável. Além de Renato Portaluppi ter um trabalho consolidado, ele ganhou reforços pontuais e conta com mais opções no grupo de jogadores para mudar a forma de atuar do seu time caso necessário. O Tricolor inicia a Libertadores como um dos favoritos ao título. O Inter, apesar da boa campanha no Brasileirão passado, perdeu peças importantes, como Leandro Damião. Neste ano, a equipe de Odair Hellmann ainda não convenceu nem mesmo seu treinador, que segue em busca da formação ideal. O Colorado comemora o fato de voltar à Libertadores, mas precisa encaixar para chegar mais forte às próximas fases. Pedro Lucas e Nonato ainda são apostas. Quem sabe com Guerrero, liberado a partir de abril, o time possa encorpar e se reencontrar.”

MATHEUS BECK 
Repórter de Esportes do Jornal VS

“Um Grêmio com ainda mais opções ofensivas (Montoya, Tardelli e Vizeu) carrega recente retrospecto de queda à semifinal da edição de 2018 e o tricampeonato em 2017. O estilo de jogo parece ter encaixado mais uma vez. Por essa gama de aspectos, Renato Portaluppi larga na frente de Odair Hellmann. Por outro lado, o início cambaleante do Colorado coloca incógnitas quanto ao rendimento da equipe. A esperança dos vermelhos me parece estar direcionada ao crescimento frente a equipes de equivalentes grandezas institucionais e na quarta rodada, quando Guerrero estará apto a vestir a camisa do Inter.”

GUSTAVO HENEMANN
Repórter de Esportes do Jornal NH

“O entrosamento e o grande nível técnico faz com que o Grêmio chegue melhor para a Libertadores. Não podemos esquecer do vestiário blindado por Renato, que está há quase três anos no comando da equipe e tem o poder de recuperar a autoestima dos atletas como nenhum outro treinador. Já o Inter surpreendeu no Brasileirão 2018 e vai precisar evoluir como conjunto para alcançar até mesmo a classificação. Vejo fragilidade nas laterais e no ataque. O Tricolor está pronto e é forte candidato ao título, enquanto Odair Hellmann ainda precisa organizar melhor o Colorado, que não retomou a total confiança na volta da Série B e que em alguns jogos esquece da sua grandeza.”


Diário de Canoas
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS