Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Domingos Martins, 400 - Centro - Canoas/RS - CEP: 92010-170
Fones: (51) 3462.7000 - Fax: (51) 3462.7007

PUBLICIDADE
Música

Falta pouco para o show de Vitor Kley

Músico vai se apresentar em Novo Hamburgo no dia 27 de abril, marcando os 59 anos do Jornal NH
31/03/2019 15:39 01/04/2019 14:19

Foto por: Gustavo Arrais
Descrição da foto: Vitor Kley no dia 27 de abril no Teatro Feevale
“Ô sol vê se não esquece e me ilumina, preciso de você aqui. Ô sol vê se enriquece a minha melanina. Só você me faz sorrir”, e “Ela riu do meu cabelo sem me conhecer. E eu que sou um cara esperto já colei pra ver. Qual que era da morena com sorriso lindo do olho azul”, são trechos da música de Vitor Kley, O Sol e Morena, respectivamente, que estará no dia 27 de abril, em Novo Hamburgo, cidade onde morou até os 11 anos de idade, aprendeu a tocar violão e exercitar o talento musical. Seu show ocorrerá no Teatro Feevale, a partir das 21 horas, marcando os 59 anos do Jornal NH.

“É meu primeiro show em Novo Hamburgo depois que tudo aconteceu. Vai ser muito especial poder voltar para onde tudo começou, agora com O Sol, com Morena, essas canções do álbum, para me apresentar para a galera toda”, explica o músico.



  • Vitor Kley no dia 27 de abril no Teatro Feevale
    Foto: Gustavo Arrais
  • Vitor Kley
    Foto: Gustavo Arrais/Gustavo Arrais

Professor

Vitor relembrou, em entrevista, o incentivo do professor de violão e guitarra Cleber Viana. “Ele me incentivou a compor ainda molequinho, com dez anos, e continuar tocando”, explicou, torcendo para que ele vá em seu show. Antes de mudar de cidade com a família, a mãe de Vitor teria ouvido um pedido do professor: “Janice, promete pra mim que, mesmo que vocês forem embora de Novo Hamburgo, tu vai botar o Vitor em uma escola de música lá. Esse guri tem que continuar na música.”

Já aos 24 anos de idade, depois de tocar em barzinhos e lança canções autorais, Vitor já coleciona sucessos, como O Sol e Morena. Os sucessos estão entre as músicas escolhidas para o show daqui menos de um mês. “Eu tô muito feliz. Acho que a galera vai ver um cara muito emocionado e muito a alegre. Mais especial ainda porque vou estar voltando pra galera, onde tud começou. A gente vai levar o melhor da nossa energia. Eu vou querer muito que o público se levante e pule junto. A gente tenta não só fazer um show, mas fazer um espetáculo”, explica o artista.

O que rolou na entrevista

TEATRO - “Já me apresentei na Feevale. Abri show de Armandinho, mas é o primeiro show com minhas músicas. Considero agora é que o primeiro show, com meu álbum. Vai ser diferente do que qualquer apresentação que fiz em Novo Hamburgo.”

ESPETÁCULO - “Vamo levar toda nossa alegria, todas as músicas do álbum Adrenalizou. Quero que o pessoal se levante, curta. Muita gente pensa ‘é só um carinha cantando com seu violãozinho’, mas temos toda nossa banda, aprodução, cada música tem história. A gente não tenta fazer um show e sim um espetáculo.”

PRO - “Abril será um mês especial. Estamos para gravar um acústico em abril, vamos colocar Adrenalizou, Sol, Morena. E show em teatro vai ser experiência.”

SERVIÇO

Dia: 27 de abril, 21 horas
Duração: 1h20
Classificação: Livre
Teatro Feevale, Campus 2,em Novo Hamburgo

Apresentação: Objetiva Condomínios

Apoio: Carburgo

 

Diário de Canoas
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS