Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Domingos Martins, 400 - Centro - Canoas/RS - CEP: 92010-170
Fones: (51) 3462.7000 - Fax: (51) 3462.7007

PUBLICIDADE
Rio Gravataí

Contra poluição, barco sai de Canoas até Cachoeirinha

Passeio ocorre no dia 23 de março para lembrar Dia Mundial da Água
15/03/2019 16:00 15/03/2019 16:01

.Tem gente que faz piada com os balneários populares tipo a Prainha do Paquetá, em Canoas, à beira do Rio do Sinos. Outros apenas lamentam que natureza tão bela esteja tão degradada. Situação parecida ocorre com o Rio Gravataí, de um potencial enorme para a navegação lacustre (água doce) e igualmente circundado de belas paisagens em Cachoerinha e em Gravataí - nem sempre com fauna e flora preservados, e em harmonia com a população.
Para alertar sobre esse quadro, um ato simbólico pelo Dia Mundial da Água (22) será realizado na bacia do Gravataí no próximo sábado (23). Será oferecido, às 8h30, um passeio de barco a partir de Canoas, do Clube Náutico Albatroz (Rua Gravataí, 520, Niterói) para chamar a atenção sobre os riscos da poluição. É gratuito, mas é necessário fazer credenciamento prévio. O barco vai até Cachoerinha, nas proximidades da Casa de Cultura Demósthenes Gonzales, antes da ponte. Também servirá para discutir as obras de um futuro ecoparque e a possibilidade de construção de um píer de acesso. A revitalização da orla é um sonho da cidade.
“Comentou-se uma vez que o Catamarã tinha previsão de navegar por Canoas até Cachoerinha”, recorda o professor da Ulbra de Gravataí, David Cafruni. “Mas havia questões estruturais que afetavam essa viabilidade, seria como ir de Porto Alegre a Guaíba.”


Quando o assunto é água o que mais assusta os estudiosos do tema é o esgoto doméstico jogado in natura. “A foz do Gravataí tem classe 4, a pior de todas”, afirma Cafruni. “A Corsan por questão legal precisa derivar um duto de quase 30 quilômetros até o arroio das garças para captar água, isso se torna oneroso.” A ocupação urbana crescente é um dos grandes problemas na área da bacia. “Em Cachoeirinha ampliou-se a estação de tratamento de esgoto, visando atender as demandas reprimidas em muitos anos.” Segundo ele, Cachoeirinha é o município que tem o maior índice de ligação e tratamento de esgoto doméstico, mais de 52% das residências. “Os municípios da bacia não têm medido esforços para remediar, mas os investimentos para reversão são elevados”, pondera. “Precisamos ter foco político que haja esse compromisso de buscar evitar os impactos dos esgotos.”


O Dia Mundial da Água foi instituído pela Assembléia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), que criou esse evento em 22 de Fevereiro de 1993, devido à presença de grandes índices de poluição ambiental no planeta.


Diário de Canoas
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS