Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Domingos Martins, 400 - Centro - Canoas/RS - CEP: 92010-170
Fones: (51) 3462.7000 - Fax: (51) 3462.7007

PUBLICIDADE
Polícia

É um completo mistério a morte do funcionário da prefeitura

Polícia Civil deu início à investigação, mas ainda não encontrou razão para a morte do trabalhador
11/01/2019 10:58 11/01/2019 10:58


Leandro Domingos/GES-ESPECIAL
No comando da investigação: delegado Newton Martins
Um grande mistério. É assim que ainda é classificado o caso do assassinato de Cláudio Ricardo Marques Negro na manhã desta quinta-feira. O servidor da Prefeitura de Cachoeirinha tinha 54 anos. Ele teve a residência em que morava na Rua Palmito, na Vila Anair, invadida por criminosos logo no início da manhã, por volta de 8h15. Segundo a polícia, os bandidos chegaram em uma motocicleta e já entraram dentro da casa atirando. Eles dispararam nove tiros contra a vítima. Minutos depois do atentado, o trabalhador chegou a ser socorrido pelo Samu e foi encaminhado para o Hospital Padre Jeremias, mas não resistiu aos ferimentos.

O caso está sendo apurado pela 2a Delegacia de Polícia (DP). Conforme o delegado Newton Martins de Souza (foto), os agentes da Polícia Civil passaram o dia coletando informações da família sobre a rotina do trabalhador ao mesmo tempo em que tentavam conseguir imagens que possam identificar os dois atiradores. “A apuração inicial acabou não resultando em nenhuma linha de investigação”, aponta o titular da 2a. “Tudo que temos até agora é a morte brutal de um inocente”, confirma. Depoimentos dos familiares à polícia só atestaram a conduta correta do servidor. “Nosso pessoal ouviu os filhos adolescentes dele e também não há nada contra os meninos. Por enquanto tudo é um grande mistério.”

Prefeitura de Cachoeirinha publicou nota oficial

A Prefeitura de Cachoeirinha lamenta o trágico episódio que vitimou na manhã desta quinta-feira, dia 10, o servidor concursado Cláudio Ricardo Marques Negro, que atuava na Secretaria de Infraestrutura e Serviços Urbanos desde 1992. Além de prestarmos nossas condolências, colocamos à disposição das autoridades policiais, com quem atuamos articulados, imagens e informações do videomonitoramento do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) da Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade, a fim de contribuir para que o caso seja solucionado com celeridade.



Diário de Canoas
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS