Publicidade
Acompanhe:
Notícias | Região Dengue

Prevenção é a melhor arma contra o mosquito

Verão traz maior incidência do mosquito transmissor da dengue, Zika e Chikungunya

Por Tamires Souza
Última atualização: 04.12.2018 às 21:29

Divulgação
Agentes percorrem imóveis da cidade
A proximidade do verão também traz a preocupação sobre contaminação pelo mosquito da Dengue. No último Levantamento de Índice Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa), realizado em agosto, foram visitadas 4.026 casas, em 19 bairros da cidade. O resultado foi o Índice Predial de infestação de 1,3%, considerado satisfatório, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, mas não informou em quais bairros foi registrada maior infestação do Aedes aegypti.
A secretaria informa que promove ações de continuidade do Programa Nacional de Controle da Dengue, Zika e Chikungunya. “Temos trabalhado constantemente nas comunidades de Canoas para evitar os focos dos mosquitos, o que já tem surtido efeitos”, diz nota encaminhada pela Secretaria de Saúde.
Na última semana, estados e municípios promoveram ações de combate ao mosquito. “O verão é o período que requer maior atenção e intensificação dos esforços para não deixar o mosquito nascer. No caso da população, além dos cuidados, como não deixar água parada nos vasos de plantas, é possível verificar melhor as residências, apoiando o trabalho dos agentes de endemias”, explica o coordenador do Programa Nacional de Controle da Dengue do Ministério da Saúde, Divino Martins.

Prevenção
- A melhor forma sempre é prevenir essas doenças com eliminação do vetor, ou seja, eliminar o mosquito. Já que não existem vacinas ou medicamentos que impeçam a contaminação, é preciso diminuir a quantidade de mosquitos que circulam nos ambientes. - É importante que toda a população se conscientize sobre eliminar os criadouros do Aedes aegypti, que coloca seus ovos em lugares com água parada. O cuidado para evitar a sua proliferação deve ser feito por todos, não esqueça.
- O cidadão deve fazer a sua parte, ao: eliminar garrafas, sacos plásticos e pneus velhos que ficam expostos à chuva, além de tampar recipientes que acumulam água como caixas d'água e piscina, são fundamentais para esse controle.

Fonte: Prefeitura de Canoas

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.