Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Domingos Martins, 400 - Centro - Canoas/RS - CEP: 92010-170
Fones: (51) 3462.7000 - Fax: (51) 3462.7007

PUBLICIDADE
Governador eleito

Leite diz que reduzirá burocracia e que desenvolvimento interessa a todos

Candidato foi eleito neste domingo para governar o poder Executivo gaúcho a partir de janeiro de 2019
28/10/2018 23:02 28/10/2018 23:06

Escolhido pela revista norte-americana Americas Quarterly como um dos cinco políticos mais promissores da América Latina abaixo dos 40 anos, Eduardo Leite (PSDB), aos 33 anos, após passar pela Câmara de Vereadores e Prefeitura de Pelotas, terá um novo compromisso em sua carreira política a partir do dia 1º de janeiro de 2019, quando assume como governador gaúcho. Ao seu lado, durante o próximo quadriênio, terá como vice Delegado Ranolfo (PTB). "Governar o Estado é mais do que governar as finanças. A agenda do desenvolvimento interessa a todos e reduziremos a burocracia’’, disse à noite, no Comitê 45, em Porto Alegre, também parabenizando o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL).

Filho da professora de ciências políticas Eliane e do advogado José Luiz Cavalheiro Leite, Eduardo iniciou sua carreira política no movimento estudantil secundarista ao ser eleito presidente do grêmio estudantil do Colégio São José.

Aos 19 anos, em 2004, concorreu a vereador em Pelotas, obtendo 2.937 votos e ficando na primeira suplência. “Sempre encarei a política como uma missão de vida, a minha vocação”, comenta Leite.

Após a eleição, o governador eleito integrou a Secretaria Municipal de Cidadania durante o governo de Bernardo de Souza, e foi chefe de gabinete do prefeito Fetter Júnior, quando este assumiu. Concorreu novamente ao cargo de vereador nas eleições municipais de 2008, desta vez sendo eleito com 4.095 votos.

Em 2011, foi o líder da bancada do PSDB e presidente da Câmara Municipal. No Legislativo, apresentou projetos de lei sobre transparência nos gastos públicos, o Código de Ética da Câmara, e o da publicação e redução das diárias do legislativo municipal. Neste período, em 2010, concorreu ao cargo de deputado estadual, conquistando 21.372 votos, sem conseguiu se eleger.

Prefeitura de Pelotas

Nas eleições municipais de 2012, concorreu a prefeito de Pelotas e venceu. A candidata a vice-prefeita foi a professora de ensino superior Paula Mascarenhas.

Em janeiro de 2013, Eduardo assumiu o cargo como o prefeito mais jovem da história de Pelotas. Em 26 de maio de 2016, anunciou que não concorreria à reeleição, dando lugar à sua vice. Paula Mascarenhas foi eleita no primeiro turno com 59,86% dos votos.

Presidente do PSDB-RS

Em 11 de novembro de 2017, Eduardo Leite foi eleito presidente do PSDB do Rio Grande do Sul em uma convenção realizada pelo partido. Neste mesmo evento, foi escolhido como o pré-candidato do PSDB ao Governo do Rio Grande do Sul para a eleição de 2018. Em agosto de 2018, sua candidatura ao governo do Estado foi confirmada pelos tucanos.


Diário de Canoas
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS