Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Domingos Martins, 400 - Centro - Canoas/RS - CEP: 92010-170
Fones: (51) 3462.7000 - Fax: (51) 3462.7007

PUBLICIDADE
Brasileirão

Inter treina, mas Odair não encaminha o time titular

Odair Hellmann ainda aguarda por Rodrigo Dourado para definir a equipe que pega a Chapecoense
13/09/2018 21:21 13/09/2018 21:21

Foto por: Ricardo Duarte/Inter
Descrição da foto: Zagueiro Víctor Cuesta falou sobre o entrosamento da defesa colorada em entrevista
Assim como na quarta-feira, o volante Rodrigo Dourado não treinou com os companheiros nesta quinta-feira. O jogador segue em tratamento para as dores no pé direito e permanece como dúvida para o próximo compromisso colorado pelo Brasileirão. As atividades não esboçaram o time que entrará em campo às 20 horas da próxima segunda-feira, contra a Chapecoense, em Chapecó. Caso volte a ficar de fora das atividades da manhã de sexta, ele dificilmente estará em campo contra os catarinenses.

Outra dúvida que ronda a cabeça do treinador do Inter está no ataque. Jonatan Alvez está há cinco jogos sem marcar gols, enquanto Leandro Damião voltou após um período em tratamento para seu problema na cervical e deu boa resposta nas partidas em que entrou. Após o Gre-Nal, quando Damião substituiu o uruguaio e criou boas oportunidades, Hellmann falou sobre essa questão. “Damião está bem, Jonatan está bem. Talvez nos próximos jogos o Damião possa seguir, assim como o Jonatan. Seguiremos sem problemas, com coerência”, despistou o comandante. O técnico sabe, porém, que a equipe precisa marcar gols fora de casa e sair de Chapecó com os três pontos para se manter na liderança do Brasileiro.

O zagueiro argentino Víctor Cuesta falou sobre o bom momento da sua parceria com Rodrigo Moledo na defesa colorada. “Já falei que o time todo está se entregando, correndo. A parceria com Moledo melhora a cada jogo, a gente vai se entrosando ainda mais. Importante dar essa solidez defensiva para que os caras da frente possam ter a tranquilidade de definir o jogo”, afirmou Cuesta, em entrevista coletiva. O Inter tem a segunda melhor defesa do Brasileirão, com 13 gols sofridos, atrás apenas do Grêmio, que levou 12 gols.

“Trabalhei muito para o que está acontecendo. O time todo evoluiu muito. A confiança que o treinador deu pra gente foi muito importante”, destacou Cuesta. “Temos que continuar do mesmo jeito. Por enquanto, está dando tudo certo, meu jeito e minha forma de jogar. Não vou mudar”, disse o zagueiro.

VERMELHAS

Cuesta também falou, em sua entrevista, sobre o duelo com a Chapecoense. “Será mais um jogo importante. Eles são fortes em casa. Com respeito ao Dourado, é um jogador importante para a gente, mas todo grupo está forte e pronto. Todos estão dando conta do recado”, afirmou.

O atacante Lucca não deve mais vestir a camisa colorada. Ele foi liberado pela direção do Inter para negociar com o Al Rayan, do Catar. O jogador é vinculado ao Corinthians e estava emprestado ao Inter até maio de 2019. Lucca ainda está em tratamento para um problema no púbis e não vinha sendo utilizado pelo técnico Odair Hellmann.


Diário de Canoas
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS