Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Domingos Martins, 400 - Centro - Canoas/RS - CEP: 92010-170
Fones: (51) 3462.7000 - Fax: (51) 3462.7007

PUBLICIDADE
Polêmica animal

Ministério Público se reúne com a Prefeitura para tratar do minizoo

Promotoria quer relatórios sobre a situação no local
15/05/2018 10:52 15/05/2018 11:07

O Ministério Público (MP) se reuniu com representantes da administração municipal e da empresa Athena Uranismo na manhã desta sexta-feira para discutir o trabalho que vem sendo feito no Minizoo. A reunião foi marcada depois que o MP recebeu denúncias contra a atuação da empresa que foi licitada para cuidar do zoológico. Segundo o promotor Felipe Teixeira Neto, dois aspectos estão sendo analisados quanto ao caso do Minizoo.

O primeiro diz respeito a um verdadeiro imbróglio envolvendo a licitação em si. Sem querer falar muito sobre o assunto, o promotor diz apenas que vai estudar melhor o processo antes de tomar qualquer decisão. "A empresa que perdeu entrou com uma liminar contra a que ganhou", resumiu. O segundo é referente ao pessoal que está trabalhando hoje no Minizoo. E quanto a este assunto, o promotor fala tranquilamente. Afinal, ele recebeu até um relatório sobre a situação do parque hoje.

"Há toda uma questão jurídica que ainda precisa ser melhor entendida", observa. "Mas quanto ao trabalho do Minizoo, a Prefeitura de Canoas tem técnicos qualificados na Secretaria do Meio Ambiente que estão acompanhando todo o processo de perto", avisa. "Eles nos trouxeram inclusive um relatório da transição entre as duas empresas e de tudo o que está acontecendo."

Interesse - Segundo o promotor, a própria empresa já assinalou que quer reforçar o pessoal que está trabalhando hoje no local. "Existe um interesse da própria empresa licitada em reforçar sua equipe com profissionais que já trabalhavam no Minizoo antes", aponta. "Então pedi um relatório final que vai ser apresentado daqui a 30 dias com todo o pessoal contratado em definitivo."

Promotor quer mais detalhes

O promotor, no entanto, também pediu um outro relatório mais abrangente sobre a situação no Minizoo. Ele quer ler o material em um prazo de dez dias. "O principal em torno da discussão é o bem-estar dos animais no zoológico", defende. "A partir deste relatório que será apresentado daqui a dez dias, vamos decidir se uma equipe técnica vai até o local fazer uma avaliação ou não."

"Nossa preocupação é com os animais", diz bióloga

Secretária-adjunta de Meio Ambiente, a bióloga Ione Bruhn Gutierres participou da reunião com o promotor Felipe Teixeira Neto na sexta-feira. Ela garante que os animais estão bem e que a transição entre as empresas foi tratada com toda a seriedade necessária. "Nossa preocupação é com os animais", afirma. "Existe uma animosidade entre as duas empresas que concorreram pela licitação, mas isso não é o principal. O que importa é que os animais estão bem", afirma. "Estamos acompanhando tudo bem de perto."


Diário de Canoas
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS