Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Domingos Martins, 400 - Centro - Canoas/RS - CEP: 92010-170
Fones: (51) 3462.7000 - Fax: (51) 3462.7007

PUBLICIDADE
De olho no trânsito

Primeiro trimestre tem redução de 50% nas infrações de trânsito

Resultado é motivo de comemoração pela Secretaria de Transporte e Mobilidade
16/04/2018 11:29 16/04/2018 11:30

Augusto Gandolfi saiu de sua casa, no bairro Nossa Senhora das Graças, para ir a um aniversário de um colega em Cachoeirinha no mês passado. Era sexta-feira à noite e, no retorno para casa, ele foi parado em uma blitz na Avenida Santos Ferreira. O trabalhador de 37 anos tinha tomado pelo menos duas taças de vinho. Ou seriam três? “Eu confesso que nem lembro. Eu sabia com certeza que não estava bêbado, mas não fazia ideia do que o bafômetro poderia dizer.” Sem a conta exata, ainda bem então que, na hora da parada, os fiscais pediram apenas para conferir os documentos do motorista, que estava com a mulher e o filho no carro. “Eles estavam parando e fazendo o motorista assoprar o bafômetro, mas para mim só pediram o documento e conferiram a placa”, desabafa. “Acho que me safei. Juro que nunca mais coloco uma gota de álcool na boca quando sair de carro.” Está mais que certo, Augusto. Embora o trabalhador tenha adquirido uma conscientização no trânsito, digamos, forçada, a verdade é que o motorista canoense tem se mostrado mais consciente ao dirigir. Acha que não? Pois a Secretaria Municipal de Transportes e Mobilidade divulgou o balanço positivo das suas ações no primeiro trimestre deste ano.

50% nas baladas
Os números são comemorados pela administração, já que indicam queda nos registros de ocorrências e de crimes de trânsito. Considerando a realização das Baladas Seguras, houve uma queda de 50% nos registros de crimes de trânsito. Tanto em 2017 quanto em 2018, a SMTM realizou 12 Baladas Seguras nos três primeiros meses de cada ano. Em 2018 foram 1.457 abordagens, com 426 autuações, 59 medidas administrativas e dois crimes de trânsito. Já no ano passado foram 1.164 abordagens, 421 autuações, 55 medidas administrativas e quatro crimes de trânsito, o dobro do registrado no primeiro trimestre deste ano.

Lei mais rígida
A lei agora é dura. Quem for pego dirigindo bêbado, perde a carteira. Na verdade, não é bem assim. Sancionada ano passado, a Lei n.º 13.546/17 tornou de fato mais severa a punição para o condutor pego embriagado, mas só se o bafômetro marcar igual ou acima de 0,34 mg/l. Aí entra a classificação crime de trânsito. Caso ele apresente um valor entre 0,05 mg/l e 0,33 mg/l, ainda é possível buscar a carteira e o carro retidos no dia seguinte, mas a multa é salgada - R$ 2.934,70.

Educação, orientação e motoristas responsáveis
Responsável pela Secretaria Municipal de Transportes e Mobilidade (SMTM), Ademir Zanetti é categório ao dizer que os números refletem a seriedade do trabalho que vem sendo feito em Canoas. “Desde que assumimos nos comprometemos a seguir à risca um tripé que se divide em educação, orientação e em responsabilizar condutores infratores”, explica. “E isso tem garantido índices bem melhores no trânsito que aqueles que eram registrados há dois anos, por exemplo.” Conforme o secretário, até é possível encontrar condutores trafegando a mais de 100 km/h na Avenida Guilherme Schell, mas hoje eles são exceção. “Tiramos o motorista de Canoas da zona de conforto”, garante. “Os nossos fiscais trabalham até mesmo em locais considerados ermos, mas onde antigamente havia abusos. Hoje não têm mais.”

Excesso de velocidade é o maior problema
A maioria das infrações do trimestre está relacionada ao excesso de velocidade nas vias: 62,67% das autuações foram por esse motivo, estando na Avenida Guilherme Schell o maior índice de autuação. Nesta mesma via foi registrada a maior velocidade de 2018, no dia 13 de março, às 15 horas, em plena luz do dia. Um veículo estava trafegando a 110 km/h, 83% acima do limite permitido. A não utilização do cinto de segurança segue sendo motivo para autos de infração, sendo 6,95% dos motoristas autuados por essa razão. Em seguida estão os veículos sem licenciamento, com 3,88% dos casos, e estacionamento em local proibido, com 3,29%.

Operações integradas
Além das Baladas Seguras, a Diretoria de Trânsito da SMTM já fez 12 operações especiais em conjunto com as outras forças de segurança atuantes no município. Na noite da última quarta-feira, guardas e agentes de trânsito participaram de uma ação conjunta com a Brigada Militar e Polícia Civil em seis diferentes pontos da cidade. Durante a ação, foram abordadas 517 pessoas, fiscalizados 163 veículos, 80 motocicletas, confeccionados 34 autos de infração de trânsito, apreendida uma Carteira de Habilitação, além de terem sido recolhidos 15 veículos. Um homem acabou preso por porte ilegal de uma revólver calibre 38.


Diário de Canoas
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS