Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Domingos Martins, 400 - Centro - Canoas/RS - CEP: 92010-170
Fones: (51) 3462.7000 - Fax: (51) 3462.7007

PUBLICIDADE
Polícia

Capturados dois suspeitos de homicídios no Guajuviras

13/03/2018 14:27 13/03/2018 14:27


Polícia Civil/Divulgação
Homem foi detido por agentes da Delegacia de Homicídios e Desaparecidos
Suspeitos de homicídios em Canoas foram presos em Santa Catarina. Agentes da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), com apoio de policiais civis do Estado vizinho prenderam um jovem e apreenderam um adolescente.

De acordo com o titular da DHPP, delegado Luís Antônio Reis Firmino, a investigação, parte de uma ação de combate a crimes contra a vida, resultou na prisão de um jovem de 18 anos pela tentativa de homicídio contra Wesley Rodrigues, 19 anos, em 8 de janeiro deste ano. Na ocasião, o criminoso, armado com uma pistola, disparou quatro vezes contra Wesley, que estava na rua, perto de um mercado. A vítima foi atingida em uma das pernas, no ombro direito e na cabeça. O suspeito estava acompanhado por um adolescente de 17 anos, que dirigia o carro usado pelos bandidos no crime, e também é investigado por ter cometido outro homicídio.

Em janeiro deste ano, o adolescente foi identificado por imagens feitas em um telefone celular executando Felipe Schardosin Ferrandis, 19 anos. Felipe vestia uma camiseta da Seleção Brasileira e foi obrigado a aparecer em um vídeo admitindo que havia sido apanhado por uma facção rival. Depois do depoimento em vídeo, ele foi baleado várias vezes e morreu na hora. 

Tanto o assassinato quanto a tentativa de homicídio foram motivados por disputa de território do tráfico de drogas no bairro Guajuviras. O adolescente infrator já têm registros policiais por clonagem de veículo, homicídio e tráfico de entorpecentes. O outro jovem tem ficha policial por adulteração de sinal identificador de veículo, ameaça, homicídios, posse ilegal de arma de fogo, receptação e roubos a comércio, a pedestre e a veículo.

A Polícia Civil recebe denúncias com garantia de anonimato pelo telefone 984-187-814 (também nos aplicativos Telegram e WhatsApp).


Diário de Canoas
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS