Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Domingos Martins, 400 - Centro - Canoas/RS - CEP: 92010-170
Fones: (51) 3462.7000 - Fax: (51) 3462.7007

PUBLICIDADE
Dia do Sono

Dormir bem é um santo remédio para a saúde

Associação Brasileira do Sono prepara atividades locais de 12 a 18 de março
07/03/2018 10:23 07/03/2018 10:23


{$midia.ds_cremd}/{$midia.ds_midia_credi}
{$midia.ds_midia}
Não é só o problema de acordar de mau humor, é o comprometimento da saúde. Para alertar sobre os efeitos de uma noite mal dormida em função de problemas respiratórios a Associação Brasileira do Sono (Absono) prepara em todo o país uma série de atividades sob o slogan “Respeite Seu Sono e Siga seu ritmo”. A programação ocorre de 12 a 18 de março e em Canoas aguardam confirmação da Uniritter, Prefeitura de Canoas e Ulbra. 

O Dia Mundial do Sono é em 16 de março. A Organização Mundial da Saúde estima que 45% da população mundial seja afetada por distúrbios (21% dos adultos dorme menos de seis horas por dia). Há pesquisas que apontam a propensão a desenvolver doenças cardiovasculares, obesidade, hipertensão, diabetes, cancro, Alzheimer ou doenças psiquiátricas. Uma grande preocupação dos especialistas hoje é a má qualidade do sono de crianças e adolescentes. “O uso do computador, as redes sociais, os estímulos diversos, tudo isso afeta”, alerta a fisioterapeuta Verônica Paiva, associada à Absono. “Dos 38 pacientes que atendo, mais de 50% têm apneia do sono.”


{$midia.ds_cremd}/{$midia.ds_midia_credi}
{$midia.ds_midia}
A apneia é uma parada respiratória com o ronco: se forem até 15 eventos o caso é moderado, acima disso, grave. “Se for durante o dia traz irritabilidade e sonolência e a persistência da apneia provoca problemas de pulmão e coração, entre outros”, salienta a fisioterapeuta. “O paciente de Canoas hoje precisa ser encaminhado para o Hospital de Clínicas e a Santa Casa de Porto Alegre, não é feito diagnostico aqui.” Dados de 2008 relativos a São Paulo apontam que 30% da população faz tratamento adequado. “A causa é a obstrução anatômica (nariz), mais o envelhecimento, mas ainda tem a obesidade e o estresse, ligado muito à ocupação do paciente.” Há ainda a privação do sono, a famosa insônia, que igualmente afeta a saúde da população. “Há muitos casos relatados em adolescentes e isso é preocupante”, observa. “Sono é para o corpo recuperar as energias e não para gastá-la convivendo com esses problemas respiratórios.” O padrão ouro no tratamento hoje é a utilização de uma máscara acoplada ao equipamento de Pressão Positiva Contínua na Via Aérea (CPAP) que pode custar até R$ 4 mil e precisa ser recomendado por profissionais com o objetivo de orientação adequada e ajustes. A programação da semana estará disponível até sexta-feira em www.absono.com.br.

Como tratar o sono em Canoas

O Hospital Universitário (HU) possui dois pneumologistas que atendem pacientes com apnéia do sono, desde que já diagnosticados. Como a rede municipal de atendimento em saúde de Canoas não oferece a polissonografia, que é o exame que permite a realização do diagnóstico, os pacientes com suspeita de apnéia do sono são encaminhados a Porto Alegre para diagnóstico. O acompanhamento posterior ao diagnóstico é feito em Canoas.


Diário de Canoas
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS