Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Canoas Gasolina

Não é notícia velha: combustível fica mais caro

Refap pratica novo reajuste e gasolina bate nos R$ 7. Diesel também é dor de cabeça para freteiros

Publicado em: 27.10.2021 às 03:00

Os aumentos nos preços dos combustíveis estão tão frequentes que ficou bem complicada a tarefa de noticiar esses novos reajustes de maneira original e criativa. Mais difícil que isso, contudo, será encher o tanque do veículo em Canoas, pois os postos já estão com preços mais caros para o diesel e a gasolina. O motivo também não é novidade: a Petrobras anunciou novo acréscimo para venda dos produtos para as distribuidoras do País. No município já se encontra gasolina acima de R$ 7, no Igara.

Plaquinhas que mudam toda a hora assustam condutores
Plaquinhas que mudam toda a hora assustam condutores Foto: PAULO PIRES/GES
Conforme um comunicado feito pela estatal, o litro da gasolina sairá de sua refinaria R$ 0,21 mais caro. O preço médio passará de R$ 2,98 para R$ 3,19. Já o diesel terá o seu preço médio reajustado em 28 centavos, indo de R$ 3,06 para R$ 3,34. Todas essas mudanças já estão em vigor desde ontem, mas alguns estabelecimentos já haviam reajustado o valor nas bombas na segunda.

No mesmo comunicado, a empresa disse que o aumento médio sentido pelos os consumidores na bomba seria de R$ 0,15 no litro da gasolina. O cálculo feito pela Petrobras parte do preceito de que o combustível que sai da refinaria ainda passa por uma mistura com etanol anidro - que não teve aumento oficializado - antes de chegar ao seu veículo (a proporção é de 27% de etanol para 73% de gasolina).

ICMS

Os 15 centavos de aumento divulgados são questionados pelo economista e professor da Universidade Feevale José Antonio Ribeiro de Moura. Ele ressalta que há outras variáveis não consideradas e que devem pesar negativamente no bolso do consumidor final. Entre elas está o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Com a soma do tributo, a tendência é de que o reajuste seja muito superior, pois ele é calculado sempre em cima do preço médio final dos produtos - o que aparece nas bombas de abastecimento.

O RS se paga uma das maiores alíquotas de ICMS - que é estadual - do País sobre a gasolina: 30%. Em setembro, o governo apresentou a Lei Orçamentária Anual que prevê a redução desta tarifa para 25% em 2022. Sindicatos da região falam em gasolina a R$ 8 até o fim do ano.

Custos básicos pressionam retomada da economia

Em um posto de combustíveis do bairro Igara, os valores nas placas dão susto nos motoristas. Não deu nem tempo de fila para tentar aproveitar o valor antigo. É importante grifar: para os economistas, aumento de gasolina somado à conta de luz e gás vai dificultar a retomada dos consumidores nos setores de comércio e serviços. Auxílios governamentais serão um respiro para famílias mais vulneráveis darem conta de todos os compromissos, mas não resolvem a situação.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.