Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Canoas Para se livrar dos débitos

Super Feirão Zero Dívida começa hoje com muitos descontos

Evento da CDL será totalmente online e permite renegociações

Publicado em: 25.10.2021 às 03:00 Última atualização: 26.10.2021 às 08:41

A partir desta segunda-feira (25), canoenses que têm dívidas com empresas do comércio, bancos, instituições de ensino e financeiras têm a oportunidade de renegociar e colocar em dia seus débitos.

Percentual de famílias gaúchas endividadas em setembro chega a 81,9%
Percentual de famílias gaúchas endividadas em setembro chega a 81,9% Foto: PAULO PIRES

As Câmaras dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Canoas e Porto Alegre promovem o Super Feirão Zero Dívida, que acontecerá de forma totalmente online, até o dia 8 de novembro.

Para participar, o consumidor deve acessar o site www.superfeiraozerodivida.com.br e iniciar uma conversa no chat com o assistente virtual. Na sequência, será possível consultar o CPF no banco e dados do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) e acessar os débitos junto às marcas participantes.

"A campanha propõe facilitar acordos entre credores e devedores, onde todos são beneficiados. Pagando as dívidas, os inadimplentes voltam a ter poder de compra e as empresas atualizam os dados dos clientes e têm uma melhora significativa no crédito", destaca o executivo da CDL Canoas, Rodrigo de Oliveira Kraemer.

O período do Super Feirão foi escolhido estrategicamente para que o público aproveite a primeira parcela do 13º salário para pagar contas em atraso.

De acordo com Kraemer, a inadimplência acumulada em 2021 até o fim de setembro na região já é 18% maior do que nos mesmos meses de 2020. Com o objetivo de promover a sustentabilidade do crédito em Canoas e arredores, o projeto tem a adesão de organizações do varejo de vários municípios do Rio Grande do Sul.

"A expansão do evento para além da capital é motivada pelo aumento significativo da inadimplência e dívidas nas cidades de pequeno e médio portes. O Super Feirão proporciona benefícios diferenciados para a quitação dos valores em aberto e ainda oferece orientações de educação financeira", enfatiza Kraemer.

 

3,3% não conseguem quitar este mês

O número de famílias que disse não ter condições de quitar as dívidas em outubro ficou em 3,3%, o menor desde setembro de 2012, o que sinaliza persistência na inadimplência gaúcha. "Em um cenário de renda pressionada pela inflação e um mercado de trabalho que reage ainda lentamente, o crédito assume papel ainda mais relevante. As famílias têm sido muito cuidadosas para não se alijarem desse importante elemento de viabilização do consumo", salienta o presidente da Fecomércio-RS, Luiz Carlos Bohn.

Maior percentual de dívidas desde 2010 no RS

A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência dos Consumidores Gaúchos, feita pela Fecomércio-RS, revela que setembro atingiu o maior percentual de famílias endividadas no RS desde o início da série histórica, em 2010, chegando a 81,9%.

Na divisão por grupos de renda, o recorde também é notado entre as famílias que ganham até dez salários mínimos mensais. No último mês, 84,5% dos entrevistados deste grupo afirmaram possuir débitos.

Apesar dos altos números, os dados do estudo mostram uma trajetória sustentável do endividamento, segundo a Fecomércio-RS. A parcela da renda comprometida com dívidas foi, em média, de 20,3%, sendo que apenas 1,1% das pessoas disseram que as dívidas são superiores a 50% da renda mensal. Quanto ao nível de endividamento, 13,8% se disseram "muito endividados", sendo que em agosto esse percentual foi de 14,9%. A redução pode ser o principal fator a explicar o controle da inadimplência no RS.

A taxa de famílias com contas em atraso permaneceu estável na avaliação da pesquisa em setembro (22,8%). No mesmo período do ano passado, chegava a 29,6%. No caso daquelas com renda inferior a dez salários mínimos, o percentual foi reduzido de 34,7% para 22,8% neste mesmo período. Relacionado a quem ganha mais de dez salários mínimos, também houve diminuição do percentual de 13,7% para 3,3%".

Fique em dias com os cofres públicos

A adesão aos benefícios do Refis já foi encerrada, mas quem tiver interesse em quitar suas dívidas com os cofres municipais pode procurar a Sefaz. O atendimento é de segunda a sexta, das 8 às 18 horas, na sede da secretaria, que fica na Rua Frei Orlando, 68, no Centro de Canoas. Mais informações por telefone (51) 3425-7610 ou e-mail atendimento.fazenda@canoas.rs.gov.br.

  Refis

As dívidas com tributos para o município também se acumulam em Canoas. Com opções de parcelamento e descontos nas multas e juros, a Prefeitura lançou o Programa de Renegociação Fiscal (Refis 2021), que conseguiu acordo para mais de R$ 24 milhões retornarem aos cofres públicos.

Do total, conforme a Secretaria Municipal da Fazenda (Sefaz), R$ 16 milhões já foram pagos. Ainda assim, a dívida ativa pendente de pessoas físicas e jurídicas ultrapassa os R$ 653 milhões. A pasta reforça que os valores devidos afetam diretamente a prestação de serviços públicos à comunidade.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.