Publicidade
Botão de Assistente virtual
Cotidiano | ABC Pra Você | Motores Impressões ao dirigir

Volkswagen Taos: o meio-termo que é o máximo

Posicionado entre o T-Cross e o Tiguan, novo SUV desembarcou em maio no mercado brasileiro com muita tecnologia e espaço para as famílias

Publicado em: 27.10.2021 às 03:00 Última atualização: 23.11.2021 às 10:46

Modernidade, tecnologia e espaço para as famílias. Atributos do Taos, irmão do meio na família de SUVs da Volkswagen vendida no mercado nacional. Produzido na Argentina, desembarcou em maio passado em duas versões: Comfortline (R$ 162,09 mil) e Highline (R$ 190,29 mil). Tanto nas dimensões quanto em preços, fica posicionado entre o T-Cross (preços que vão de R$ 97,29 mil a R$ 145,35 mil) e o Tiguan Allspace R-Line 350 TSI 4-Motion (R$ 236,09 mil).

Volkswagen Taos

A configuração testada é a topo de linha Highline, equipada com o único opcional disponível, o teto solar panorâmico, que custa R$ 5,52 mil, elevando o valor do carro para R$ 195,81 mil. O vidro cobre quase que totalmente o teto, mas a seção móvel abre só até a metade - mesmo assim, é um dos maiores do mercado. Para quem gosta de luminosidade e daquele ventinho agradável, vale muito a pena. Quando o sol está forte demais, basta acionar um botão para fechar totalmente a persiana.

Não é todo dia que se tem a chance de dirigir um SUV novinho em folha. Se o modelo atrai pelo visual, cativa ainda mais pelo interior caprichado. À noite, chama a atenção o Ambient Light - sistema de luzes em LED que permite escolher a cor da iluminação interna entre 10 opções. Nas duas versões, o painel de instrumentos é 100% digital. A Comfortline vem com a tela de 8" de alta resolução, enquanto a Highline traz de série o Active Info Display de 10,25" configurável.

O volante multifuncional tem novo design e abriga os controles do sistema de som, configurações do cluster e piloto automático. O freio de estacionamento é elétrico, liberando espaço para porta-objetos no local que seria ocupado pela velha alavanca de mão. Utilizando a plataforma MQB, modelo é equipado com o motor 250 TSI e câmbio automático de seis marchas, que formam uma dupla afinada. Durante o teste, com gasolina o consumo foi de ótimos 13,5 km/l, em trajeto composto por 70% estrada e 30% cidade.

Suspensão traseira multilink é decisiva para manter a trajetória em uma tocada mais esportiva, assim como os controles de tração (ASR) e estabilidade (ESC). Quanto às tecnologias semiautônomas, a topo de linha Highline traz Controle Adaptativo de Cruzeiro (ACC) com função Stop&Go. Depois de acionar o piloto automático, o carro assume automaticamente a aceleração e a frenagem, com base no veículo que vai à frente, numa espécie de siga o mestre que aumenta o conforto.

Filetes de LED "cortam" a grade e invadem os faróis Full LED

Volkswagen Taos

Beleza também é item de série no Taos. O formato da carroceria faz alusão ao visual quadradão dos SUVs tradicionais, mas com linhas modernas, harmônicas e fluidas.

Ao entardecer e à noite, não tem como confundi-lo com qualquer outro modelo devido aos filetes em LED que cortam a grade frontal e se fundem com o novo logo da marca, que estreou na família de carros elétricos ID na Europa. Trata-se de uma identidade visual digna de elogios e contemplação. Os filetes invadem os faróis full LED dotados de sistema IQ. Light.

As belas lanternas traseiras têm traços que acompanham o grafismo dos faróis. O nome Taos vem fixado na base da tampa do porta-malas e, mais à direita, o emblema 250 TSI. As rodas em liga-leve aro 18" são de série em todas as versões.

 

Volkswagen Taos

Motor 1.4 turbo: potência e torque na medida

Volkswagen Taos

Alguém que avalie friamente apenas a cilindrada do motor 1.4, o 250 TSI Total Flex, talvez imagine que possa ser pequeno para o tamanho do carro e seus 1.420 kg. Mas quem dirige o Taos se convence rapidamente de que não falta força ao valente quatro cilindros. De temperamento nervoso, também equipa Jetta e a linha GTS do Polo.


O segredo está na injeção direta de combustível e no turbocompressor, que liberam os 25,5 kgfm de torque máximo já em 1.500 rpm (com etanol ou gasolina). Ou seja: basta pisar pouco para o carro acelerar rápido. Já a potência máxima de 150 cv de potência chega em giros mais altos, a 5.000 rpm.

A aceleração agrada e a prova de 0 a 100 km/h é cumprida em 9,3 s, enquanto a velocidade máxima é de 194 km/h, conforme medições da montadora.

Os shift paddles (de série nas todas as versões) permitem trocar as marchas manualmente. Além disso, por meio da tela do VW Play o condutor pode selecionar o perfil de condução, escolhendo entre ECO, Normal, Sport e Individual. Entretanto, para um carro de R$ 192 mil, o Taos deveria brindar o proprietário com amortecedores no capô do motor.

O visual tecnológico da "ilha digital"

Volkswagen Taos

Cockpit traz muito do que a Volks tem de melhor no Brasil. Detalhes em black piano e metal contrastam com a tecnologia do painel de instrumentos. A "ilha digital" é composta por Active Info Display com uma tela no generoso tamanho de 10,25" - um espetáculo à parte, praticamente a reinvenção do painel de instrumentos - e pela central de infotainment VW Play de 10,1".

Portas têm insertos em couro e a parte central do painel traz faixa em material agradável ao toque, mas a superior é de plástico duro. Bancos dianteiros são revestidos em material sintético e têm sistema de aquecimento. Banco do motorista vem com ajustes elétricos e lombar.

Carregador de smartphone por indução é um equipamento que vem de série desde a versão Comfortline, assim como ar-condicionado Climatronic dual-zone com saídas para os passageiros do banco traseiro, câmera de ré, controlador automático de velocidade (Piloto Automático), sensores de chuva e crepuscular e sistema Kessy.

Bom espaço interno

Modelo tem 4,46 m de comprimento, 2,68 m de entre-eixos, 1,63 m de altura e 1,84 m de largura. Com essas medidas, pessoas altas viajam com conforto no banco traseiro, sem enfrentar problemas com joelhos raspando no banco dianteiro ou cabeça encostando no teto.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.