Publicidade
Acompanhe:
Notícias | Região Novembro Azul

Alerta para eles cuidarem da saúde

Novembro Azul terá ações do dia D em unidades de saúde

Por Tamires Souza
Última atualização: 07.11.2018 às 11:19

Neste mês a reflexão trazida pelo Novembro Azul é sobre a saúde masculina. Em combate ao câncer de próstata, a campanha alerta para prevenção e diagnóstico precoce de doenças. “A busca ativa pelos tumores e a descoberta antes de avançarem diminuem a taxa de mortalidade pela doença”, aponta o médico urologista do Hospital Universitário, Nazareno Pereira Fernandes, e relaciona com uma pesquisa sueca que indica redução da mortalidade em 44% nestes pacientes.

De acordo com o médico, tem mais chances de desenvolver a doença homens que tenham parentesco de primeiro grau com vítimas de câncer de próstata e afrodescendentes. A idade é outro fator de risco, por isso Fernandes aponta a necessidade do exame a partir dos 45 anos e, nos que tem histórico familiar ou são negros, a partir dos 40 anos. “Tem reduzido bastante a resistência e eles tem solicitado o exame de toque retal. A tendência é fugirem do exame de toque, mas 30% dos tumores não produzem o PSA, substância identificada pelo sangue”, explica o médico.

No mês com a programação voltada para o público masculino, o urologista ressalta que a intenção não é assustar os homens, mas promover a prevenção de doenças. “O Novembro azul é uma chamada alegre, para que o homem zele pela sua saúde.”

Dia D

No ano passado, foram 44 pacientes internados em hospitais da cidade, vítimas de câncer de próstata. A informação é da Secretaria Municipal da Saúde. Entre as formas de prevenção, a secretaria destaca os treinamentos de equipes médicas das Unidades Básicas de Saúde (UBS), sobre a saúde do homem e palestras sobre prevenção.
No Dia D do Novembro Azul, o Município vai oferecer atendimento médico e odontológico, além de exames para homens, em turno estendido. Será no dia 24 de novembro em todas as UBS.

Sintomas

Em estágio inicial, quando as chances de cura são de 90% e não há sintomas. A ausência de sintomas não garante que não há problemas.
Em fase avançada:
- dor óssea;
- dores ao urinar;
- vontade de urinar com frequência;
- presença de sangue na urina e/ou no sêmen.


Diagnóstico e Tratamento

A única forma de garantir a cura do câncer de próstata é o diagnóstico precoce. Mesmo na ausência de sintomas, homens a partir dos 40 anos com fatores de risco, ou 45 anos sem estes fatores, devem ir ao urologista para conversar sobre o exame de toque retal, que permite ao médico avaliar alterações da glândula, como endurecimento e presença de nódulos suspeitos, e sobre o exame de sangue PSA (antígeno prostático específico). Cerca de 30% dos pacientes com câncer de próstata são diagnosticados somente pela alteração no toque retal. O tipo de tratamento vai depender do estágio da doença em cada paciente.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.