Publicidade
Acompanhe:
Notícias | Região Em Canoas

População da cidade cresce 0,75% ao ano

Até julho, estimativa do IBGE é de 344.957 habitantes na cidade

Por Tamires Souza
Última atualização: 06.09.2018 às 10:12


Arquivo/GES
Números do IBGE mostram que os canoenses somam quase 345 mil
A população brasileira cresceu 0,82% entre 2017 e 2018, alcançado os 208,5 milhões de habitantes. No Município, o crescimento avaliado nos últimos oito anos foi de 0,75% ao ano. Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com a expectativa populacional calculada até julho deste ano. Na cidade, são 344.957 pessoas, 21.130 a mais do que no último Censo 2010. “Assim, este crescimento não chega a representar um desafio à administração pública, já que é pequeno e previsto”, avalia a Prefeitura de Canoas.

Esta evolução no volume de habitantes também não chega a representar maior volume de repasses ao Município, de acordo com a prefeitura. “O crescimento populacional é um indicativo secundário na composição do montante a ser repassado à cidade”, diz o executivo em nota, referindo-se ao Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

O IBGE ainda revelou que a população gaúcha alcançou 11.329.605 habitantes, com 1.479.101 pessoas apenas em Porto Alegre. Até o ano passado, o Rio Grande do Sul era o Estado mais populoso da região Sul. Agora, o posto é ocupado pelo Paraná, com 11.348.937 pessoas.

Desafios para as cidades

O aumento populacional de Canoas pode estar relacionado com a maior migração de habitantes de Porto Alegre e municípios da região metropolitana. “Ocorre por conta de oportunidades de trabalho e melhor custo da terra. Porto Alegre está saturada e Canoas, que se torna uma opção pela proximidade e os investimentos feitos em infraestrutura e lazer”, avalia o coordenador do Observatório Unilasalle, Moisés Waismann.

No entanto, esta migração também traz desafios para a cidade, como ressalta Waismann. “Precisa melhorar a mobilidade intermunicipal e também dentro do próprio Município, com construção de mais passarelas e ciclovias, já que a bicicleta é um transporte que poderia ser mais estimulado”, conclui Waismann.

No País

Pouco mais da metade da população brasileira (57,0% ou 118,9 milhões de habitantes) vive em apenas 5,7% dos municípios (317), que são aqueles com mais de 100 mil habitantes, conforme informações do IBGE.

Os municípios com mais de 500 mil habitantes (46) concentram 31,2% da população do país (64,9 milhões de habitantes). Por outro lado, a maior parte das cidades brasileiras (68,4%) possui até 20 mil habitantes e abriga apenas 15,4% da população do país (32,1 milhões de habitantes).

No ranking dos estados com maior concentração de habitantes, o líder é São Paulo, com 45,5 milhões de habitantes, concentrando 21,8% da população do país. Roraima é o estado menos populoso, com 576,6 mil habitantes (0,3% da população total).

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.