Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Domingos Martins, 400 - Centro - Canoas/RS - CEP: 92010-170
Fones: (51) 3462.7000 - Fax: (51) 3462.7007

PUBLICIDADE
Pela recuperação

Grêmio deve mudar contra o Zequinha

Tricolor encara o São José neste domingo, às 17 horas, no Passo D'Areia, em Porto Alegre
26/01/2018 21:17 26/01/2018 21:18

Rodrigo Fatturi/Grêmio
César Bueno orientou treino nesta sexta-feira no CT Luiz Carvalho
Duas derrotas e um empate em três jogos. A pior defesa do Gauchão, com nove gols sofridos, e a 11ª colocação na tabela de classificação – dentro da zona de rebaixamento. A situação do time de transição do Grêmio no Estadual não é nada boa. O grupo treinou na manhã desta sexta-feira, no CT Luiz Carvalho, de olho na partida deste domingo, às 17 horas, contra o São José, no Estádio Passo D'Areia. Com apenas um ponto conquistado até aqui, a vitória fora de casa é fundamental para o time do técnico César Bueno começar a se recuperar deste início complicado na competição. Na manhã deste sábado, será realizado o último treino antes do jogo deste domingo.

Para o duelo com o Zequinha, Bueno deve mudar a equipe. No treino desta manhã, o treinador tirou o meia Jean Pyerre e o lateral-esquerdo Guilherme Guedes do time titular. A equipe deve atuar com Bruno Grassi; Madson, Paulo Miranda, Mendonça e Leonardo; Balbino, Matheus Henrique, Pepê e Dionathã; Alisson e Lima.

Concentração
Para o lateral-direito Madson, um dos problemas da equipe é a quebra na concentração durante as partidas. “Em alguns momentos, a equipe desliga. Falta concentração. Estamos falhando nos momentos cruciais. Neste último jogo (contra o Avenida), ficou claro. O empate até seria um bom resultado pela circunstância do jogo. Empatamos aos 46 minutos, mas a equipe ficou afoita e tomou a virada”, disse, ontem, em entrevista coletiva.

O número de gols sofridos também incomoda os atletas tricolores. “Esses erros não podem mais acontecer. O Grêmio é muito grande para tomar tanto gol assim”, comentou Madson.


Diário de Canoas
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS