Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Domingos Martins, 400 - Centro - Canoas/RS - CEP: 92010-170
Fones: (51) 3462.7000 - Fax: (51) 3462.7007

PUBLICIDADE
Eterna novela

Frota completa de novos trens só em abril de 2018, dois anos após recall

Trensurb trabalha para colocar em funcionamento composições que estão paradas desde 2016
27/12/2017 20:25 28/12/2017 07:04

Diego da Rosa/GES
Prazo final concluir todo o recall dos 15 novos trens ficou para abril de 2018

Quem esperava o reforço da frota nova de trens ainda em 2017 pode esquecer. As seis das 15 composições que ainda não voltaram a operar só devem entrar em serviço em abril de 2018. Ou seja, dois anos após saírem de circulação, lembrando que a frota nova operou por apenas 1 ano e dois meses.

Trensurb afirmou, em nota divulgada nesta quarta-feira, que está trabalhando para colocar os novos trens em funcionamento até abril de 2018. As composições da chamada Série 200 foram retiradas dos trilhos em abril de 2016, após constatada infiltração de água nas caixas dos rolamentos dos rodeiros dos trens, o que poderia causar falhas e danos irreversíveis aos componentes.

O problema é que, durante os reparos, teriam sido detectados problemas adicionais nos truques dos trens, afirma a empresa. A estimativa era que os ajustes mecânicos terminassem em outubro deste ano, o que acabou não acontecendo.

A Trensurb disse ainda que o cronograma revisado de entrega foi descumprido pelo fornecedor e que além de manter a suspensão de todos os pagamentos determinou a aplicação de nova multa contratual. Conforme a cláusula nona do contrato, a reincidência de descumprimento dos termos acordados resulta em multa adicional de 2% do valor total do empreendimento (de R$ 243,7 milhões). A primeira multa aplicada havia sido de 1% do valor. A empresa também busca as devidas reparações dos prejuízos decorrentes da não circulação dos trens.

GES-Arquivo
Com ar condicionado, trens novos seriam opção para viagens durante o verão

Entenda o caso

* O primeiro dos 15 trens novos passou a operar comercialmente em setembro de 2014.

* Em abril de 2016, a frota da série 200, que somou um investimento de R$ 243,7 milhões da companhia, foi retirada de circulação depois de um ano e dois meses de funcionamento.

* Foram detectados problemas nos rolamentos, o que ocasionou infiltração de água.

* Em maio de 2016, o Ministério Público Federal (MPF) instaurou inquérito para apurar o caso e, desde então, vem cobrando da empresa pública agilidade na solução.

* A Trensurb atendeu às solicitações e apresentou justificativas razoáveis para o problema. E apresentou um cronograma de reparo, que para neste mês (maio) colocar em operações as novas composições.

* Em abril deste ano, alguns trens novos passaram a operar.

* Em abril deste ano, Celso Tres encaminhou a Trensurb um ofício onde pedia informações sobre o estágio atual das medidas adotadas para restabelecimento operacional da Frota Série 200; quantos trens foram reparados e quantos estavam em efetiva operação. Além disso, o ofício pedia o cronograma atualizado para execução do trabalho de substituição dos rolamentos e a previsão para retorno dos trens à operação comercial.






Diário de Canoas
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS