Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Domingos Martins, 400 - Centro - Canoas/RS - CEP: 92010-170
Fones: (51) 3462.7000 - Fax: (51) 3462.7007

PUBLICIDADE
Polícia

Da MV II ao Planaltina: mesmo suspeito, mesmo método

Identificado no ataque que matou dois jovens na Morada do Vale, Carlos Emanuel Generoso, foragido, também participa do triplo homicídio
05/12/2017 19:26 05/12/2017 19:26

Já foi identificado um dos suspeitos do ataque a tiros que matou três pessoas na tarde desta segunda-feira, na Rua Joaquim Duarte, bairro Planaltina. Carlos Emanuel da Rosa Generoso, 23 anos, é procurado também pelo crime que matou dois jovens e deixou 33 feridos em 22 de outubro, na Morada do Vale II.

"Pode ser, sim, uma continuação daquele ataque, visto que este suspeito já está identificado e pertence à mesma facção que cometeu aqueles homicídios, inclusive com o mesmo método", disse à reportagem o titular da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa em Gravataí, Felipe Borba.

As vítimas foram identificadas com Janaína Santos Santos, 47 anos (tinha antecedente criminal por injúria), um dos filhos dela, Adrian Santos Gonzales, 16, e a namorada dele, Andressa Pedro Fernandes, 18. Quatro suspeitos, com coletes balísticos e armados com espingarda calibre 12 e pistolas calibre 9mm e .360, desembarcaram de um Chevrolet Astra Preto e em seguida saíram atirando. Na porta principal da casa, Janaína foi a primeira a ser atingida, por diversos disparos. Os matadores avançaram para a residência e atiraram em Adrian e Andressa.

Na frente da casa, outros jovens também foram atingidos quando os assassinos atacaram Janaína: um rapaz de 19 anos, uma adolescente de 14 e uma criança de 10 foram baleados. Os três foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência e encaminhados para o Hospital Dom João Becker. Nenhum deles corre risco, e sua situação é estável. 

Borba confirmou que Janaína usava a casa, para onde havia se mudado recentemente, como ponto de venda de droga e também fazia dos filhos aviõezinhos (entregadores) do tráfico. "São detalhes que nos chamam atenção na investigação, e por isso acho possível que tenha sido um tipo de revide de uma facção rival, muito parecida com a ação na Morada do Vale II.

De acordo com o delegado, "nenhum dos outros membros da facção foi identificado. Estamos investigando se houve um quinto participante na ação, como motoristas, ou se os suspeitos são mesmo os quatro que desceram do Astra. Também não foram identificadas, por enquanto, câmeras de segurança que possam ter gravado imagens do crime.



TRÊS NO XADREZ

Mais um dos suspeitos identificados pela DHPP no ataque da Morada do Vale II foi preso. Soldados da Brigada Militar de Caraá, no Litoral Norte (a cerca de 90km de Gravataí) encontraram e capturaram o foragido Everson Luís Menezes da Rosa, 25 anos. Ele foi preso perto da cascata da Vila Nova. Everson tinha mandados de prisão em averto por cinco outros homicídios.

Já estão presos preventivamente Douglas Oliveira Carvalho, 23 anos, e Luiz Felipe Silva de Melo, o Binho, 20. João Daniel Duarte de Souza, 18 anos, foi encontrado morto.

Três outros suspeitos identificados por participação no duplo assassinato na Morada do Vale ainda estão foragidos. São Bruno Belomo da Silva, 26 anos e Lucas Ariel Soares Teixeira, 23, além de Carlos Generoso, 23 – agora também procurado pelo crime do Planaltina.

A DHPP recebe informações sobre o crime ou sobre a localização dos demais suspeitos – com garantia de anonimato – pelos telefone 3945-2741 e 986-088-876 (este também por WhatsApp).





Diário de Canoas
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS