Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Domingos Martins, 400 - Centro - Canoas/RS - CEP: 92010-170
Fones: (51) 3462.7000 - Fax: (51) 3462.7007

PUBLICIDADE
Mauro Blankenheim

Mortes

"Tem a turma do 'fica tudo preto' e a turma da vida eterna, sem falar nos adeptos, cada vez mais numerosos da reencarnação"
19/11/2017 06:20

Mauro BlankenheimMauro Blankenheim é publicitário
mauroblankenheim.com.br

O ano de 2017 tem sido pródigo em nos roubar pessoas queridas. Não só queridas como também conhecidas, apenas. Em todas as faixas etárias temos perdido referências importantes. No cenário cultural e artístico e no nosso meio local e mais íntimo. Isso nos faz obrigatoriamente refletir sobre a finitude de nossas passagens aqui pelo planeta. O que será? O que vai ser?

Tem a turma do “fica tudo preto” e a turma da vida eterna, sem falar nos adeptos, cada vez mais numerosos da reencarnação. Proponho um exercício aos leitores: das três, escolha uma e desenvolva. Como não sei qual delas você vai escolher, disserto rapidamente sobre as três.

O “fica tudo preto”, feito bicho, me parece um pouco radical como opção. Não somos uma tevê ou um monitor de computador para a tela queimar a fonte e sairmos do ar como se fossemos um programa de informática simplesmente, com início, meio e fim, cuja luz desaparece como um feixe e some tipo uma estrela que congela no céu, no centro do vídeo.

A opção da vida eterna requer uma preparação. Você não vai acreditar nela assim do nada, a menos que acredite, assim do nada, o que muitas vezes é até melhor. Sem muitos questionamentos. Para crer que você será contemplado com algo maior no porvir e no pós, é preciso ler muito e se conscientizar de que não estamos aqui por vontade própria, e sim a mando e por obra dadivosa de um Ser maior, o Criador. Cada vez mais cresce o número de adeptos desta teoria na prática. É confortável, consoladora e estimuladora da esperança. Sem considerar a espessa carga de conteúdo moral, ético, cultural e espiritual que esta alternativa carrega em seu código genético-cognitivo. É preciso ler para crer.

A mais atraente, sem dúvida é a da reencarnação. Ainda mais se você tiver a oportunidade de cooptar, ou seja, ajudar na escolha do que vai vestir na sua próxima existência. Ninguém suponho vai escolher coisa pior do que já passou aqui. Todo mundo vai merecer um upgrade, especialmente se for juiz de si próprio. De qualquer modo, seria desesperançado imaginar que tudo que vivenciamos no mundo dos vivos fisicamente, vai pro ralo assim como muitos avaliam. Sua memória, acaba por se esvair por completo em alguns anos. Ninguém mais lembra de tudo que você fez, foi e construiu. Você passa da vida para a história. Da história para a lembrança. Da lembrança para o esquecimento. Alguma referência nos livros, no Google quem sabe, e em algum nome de rua sem expressão.

Quem foi Fulano de Tal, pergunta o pequeno menino?

Não sei, responde sem dar valor algum, a mãe desinformada.

De fato, nos resta pouco. A não ser fazer cada vez melhor.

Para que a recompensa não nos frustre depois. Para deixar saudades.


Diário de Canoas
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS